Copa do Brasil: Grêmio bate Bahia nos pênaltis em jogo agitado e vai à semi

O Grêmio venceu o Bahia, nos pênaltis, na noite desta quarta-feira (12), pelo jogo de volta das quartas de final e se classificou para a semifinal da Copa do Brasil. As equipes empataram por 1 a 1 no tempo normal.

Villasanti foi quem marcou para o Grêmio no tempo normal, e Everaldo foi o responsável por anotar para o Bahia.

Nos pênaltis, o Grêmio levou a melhor, ganhando por 4 a 3. O goleiro Gabriel Grando brilhou com duas defesas.

O adversário do time gaúcho na próxima fase será o Flamengo: a equipe carioca venceu o Athletico e avançou no chaveamento.

A partida começou com uma hora de atraso com relação ao horário inicialmente marcado, 19h. Isso porque um ciclone extratropical, que passa pelo Rio Grande do Sul, provocou um grande volume de chuva ao longo do dia, causando diversas poças no gramado, que foi submetido a inspeções da arbitragem antes de ter o jogo liberado.

O Grêmio tem como próximo compromisso o duelo contra o Atlético-MG, somente no sábado, (22), às 21h (de Brasília), em casa, pelo Brasileirão. Já o Bahia visita o Athletico-PR neste domingo (16), na Ligga Arena, às 18h30 (de Brasília), também pelo Brasileirão.

Como foi o jogo

A partida começou com o Grêmio sendo mais ofensivo no ataque. Com dificuldades com o gramado mais pesado por conta da chuva, os jogadores investiram mais nos chutes diretos do que na troca de passes curtos.

O Bahia passou a buscar mais os espaços para tentar chegar na área adversária. O time investiu nos lances com Ademir pela direita e conseguiu diminuir um pouco do volume criado pelo Grêmio no início do confronto.

Continua após a publicidade

O Grêmio teve uma boa chance de abrir o placar na metade do primeiro tempo com um pênalti a seu favor. Na cobrança, porém, apesar do chute forte de Cristaldo, o goleiro Marcos Felipe pulou para o lado certo e pegou.

Em uma boa troca de passes do Bahia, a equipe abriu o placar com Everaldo no final do primeiro tempo. O jogador acertou um belo chute de fora da área para colocar a equipe visitante na frente do marcador e com um pé na semifinal.

Até os sete minutos do segundo tempo, o Grêmio teve boas chances de empatar a partida. Com mais chegadas à área do Bahia, os donos da casa assustaram o goleiro Marcos Felipe, que foi mais exigido do que na primeira etapa.

Apesar de aparecer mais no segundo tempo, o goleiro do Bahia se destacou pelas grandes defesas. Marcos Felipe foi o responsável por evitar o gol de empate do Grêmio em diversas oportunidades de gol do time gaúcho.

A investida cada vez mais frequente do Grêmio em direção ao gol deu resultado. A equipe empatou o confronto com Villasanti, deixando tudo igual e levando a decisão para os pênaltis.

A partir dos 40 minutos do segundo tempo, ambas as equipes tiveram oportunidades muito boas de mudar o marcador. Com bolas na trave, no travessão e novas boas defesas do goleiro do Bahia, o final da partida ficou mais agitado.

Continua após a publicidade

Com o resultado igual, a decisão da vaga ficou para os pênaltis. Com erros para cada lado, o Grêmio contou com Gabriel Grando pegando duas cobranças para avançar.

Gols e lances importantes

Quase o primeiro - Com 12 minutos de bola rolando, após a cobrança do escanteio, o Grêmio chegou com bastante perigo na área adversária. Carballo aproveitou a cobrança na primeira trave e cabeceou, mas Marcos Felipe estava ligado no lance e fez uma bela defesa evitando o primeiro gol.

Boa chegada - O Bahia por pouco não abriu o placar. Aos 24 minutos, Ademir partiu pela direita e acionou Everaldo na meia-lua. O atacante mandou a bola com bastante perigo em direção ao gol, mas foi bloqueado na medida por Bruno Uvini.

Passou raspando - Na sequência, cinco minutos depois do lance do Bahia, Bruno Uvini aproveitou bem a cobrança de escanteio e cabeceou direto no canto direito do goleiro Marcos Felipe. A bola passou caprichosamente raspando na trave antes de sair pela linha de fundo.

Pênalti - Bitello tentou fazer a jogada pela direita, se aproximou da área e chutou forte em direção ao gol. No caminho, a bola bateu na mão de Acevedo, e o árbitro imediatamente marcou o pênalti.

Continua após a publicidade

Pegou! - Na cobrança, Cristaldo chutou bem forte no canto esquerdo de Marcos Felipe. O goleiro do Bahia foi para o lado certo, pegou o pênalti e evitou que os donos da casa abrissem o placar do confronto.

0 x 1 - Aos 49 minutos, Cicinho recuperou a bola na lateral direita e acionou Kayky. O ponta aproveitou o espaço no meio e abriu a jogada para Everaldo, que de fora da área mandou um chutaço em direção ao gol e acertou o ângulo de Gabriel Grando.

Quase o empate - Na volta do intervalo, com somente sete minutos de jogo, Bitello recebeu a bola invertida no lado direito, avançou e chutou rasteiro para a boa defesa de Marcos Felipe, que teve que se esticar todo para dar o toquinho que mandou ela para fora.

1 x 1 - Aos 26 minutos da etapa final, o Grêmio empatou. Ferreira fez uma linda jogada pela esquerda, driblou Cicinho e cruzou para Villasanti dentro da área, que só teve o trabalho de empurrar para o gol e empatar o confronto.

Quase o segundo do Grêmio - Reinaldo aproveitou mais uma jogada pelo lado esquerdo, principalmente depois do empate, e cruzou para a área. Vina, sozinho, teve a oportunidade de mandar direto para o gol, mas chutou por cima.

Na trave! - Com 40 minutos, Mugni recebeu um lindo lançamento de Matheus Bahia e arriscou o chute colocado. A bola desviou na zaga e bateu no travessão.

Continua após a publicidade

Pega o goleiro - Suárez recebeu a bola na ponta direita e mandou um lindo lançamento para Ferreira, que cabeceou rasteiro para mais uma boa defesa de Marcos Felipe.

Na trave de novo! - Em mais um contra-ataque, Acevedo acionou Ademir na medida, que chegou na intermediária e chutou forte. Para agitar os torcedores, a bola pegou no travessão.

Quase de cobertura! - Suárez recebeu na esquerda e deu um belo chute por cobertura para surpreender o goleiro do Bahia. Marcos Felipe, ligado no lance, fez mais uma grande defesa antes de a bola beliscar novamente no travessão.

Pênaltis - As duas equipes acertaram as suas primeiras cobranças até que Bruno Alves acertou a bola no travessão e desperdiçou sua chance. Porém, na cobrança seguinte, Gabriel Grando pegou o chute de Cicinho e deixou tudo igual. Acevedo teve a oportunidade de empatar, mas chutou para fora. Na sequência, Bitello tirou muito do goleiro e também mandou para fora. Yago Felipe marcou para o Bahia empatar, e André também fez. Gabriel Xavier perdeu o dele, e o Grêmio se classificou para a semifinal.

FICHA TÉCNICA
Grêmio 1 (4) x (3) 1 Bahia

Data: 12/07/2023 (quarta-feira)
Horário: 20h00 (de Brasília)
Competição: jogo de volta das quartas de final da Copa do Brasil
Local: Arena do Grêmio, Porto Alegre (RS)
Público: 35.437 torcedores
Renda: R$ 3.109.743,00
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO)
Assistentes: Bruno Raphael Pires (GO) e Leone Carvalho Rocha (GO)
VAR: Rodrigo D'Alonso Ferreira (SC)
Cartões amarelos: Carballo (GRE), Everaldo, Acevedo, Ryan, Kanu (BAH)
Cartões vermelhos: Nenhum
Gols: Everaldo (49'/1ºT) Villasanti (26'/2ºT)

Continua após a publicidade

Grêmio: Gabriel Grando; Bruno Uvini, Bruno Alves, Kannemann (Ferreira); João Pedro (Gustavo Martins), Villasanti, Carballo (Nathan), Bitello, Cristaldo (Vina), Reinaldo; Luis Suárez (André). Técnico: Renato Portaluppi.

Bahia: Marcos Felipe; Cicinho, Gabriel Xavier, Kanu, Ryan (Matheus Bahia); Acevedo, Rezende, Cauly; Ademir (Yago Felipe), Everaldo, Kayky (Lucas Mugni). Técnico: Renato Paiva.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes