PUBLICIDADE
Topo

Libertadores - 2022

Libertadores: Nenhum time com 100% de aproveitamento nos grupos foi à final

Gustavo Scarpa, do Palmeiras, comemora gol diante do Dep. Táchira, pela Libertadores - Marcello Zambrana/AGIF
Gustavo Scarpa, do Palmeiras, comemora gol diante do Dep. Táchira, pela Libertadores Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

Do UOL, em São Paulo

25/05/2022 04h00

Classificação e Jogos

Com o triunfo do Palmeiras sobre o Deportivo Táchira na noite de ontem (24), a equipe alviverde é mais uma a terminar a fase de grupos no atual modelo da Copa Libertadores com 100% de aproveitamento. No entanto, nenhum time que alcançou essa marca chegou à final da competição, o que dá ao clube a chance de quebrar um tabu na competição continental.

O alviverde paulista, na atual edição da Libertadores, não só venceu suas seis partidas —contra Emelec, Deportivo Táchira e Independiente Petrolero—, como também bateu o recorde de gols marcados da fase de grupos. O Verdão fez 25 gols, contra 21 que o River fez em 2020.

Além dos comandados de Abel Ferreira, também tiveram 100% de aproveitamento na fase de grupos da Libertadores o Vasco, em 2001, o Santos, em 2007, e o Boca Juniors, em 2015.

O clube carioca venceu seus seis confrontos da fase de grupos contra América de Cali-COL, Deportivo Táchira-VEN e Peñarol-URU. Apesar da boa campanha, acabou caindo nas oitavas de final após duas derrotas para o Boca Juniors.

Já o Peixe conseguiu seus triunfos sobre Gimnasia y Esgrima-ARG, Defensor Sporting-URU e Deportivo Pasto-COL. No entanto, também acabou ficando pelo caminho, sendo eliminado na semifinal pelo Grêmio.

Por fim, o Boca passou por Montevideo Wanderers-URU, Palestino-CHI e Zamora-EQU e somou seus 18 pontos. Só que no caso dos argentinos, as circunstâncias da sua eliminação foram diferentes das convencionais. O Tribunal de Disciplina da Conmebol puniu a equipe xeneize pela confusão que suspendeu a partida contra o River Plate, pelas oitavas de final. Com isso, o clube foi eliminado da competição.