PUBLICIDADE
Topo

Libertadores - 2022

Fortaleza bate o Alianza Lima fora de casa e segue vivo na Libertadores

Moises comemora gol do Fortaleza sobre o Alianza Lima pela Copa Libertadores - Luka GONZALES / AFP
Moises comemora gol do Fortaleza sobre o Alianza Lima pela Copa Libertadores Imagem: Luka GONZALES / AFP

Colaboração para o UOL, em São Paulo

19/05/2022 00h51

Classificação e Jogos

O Fortaleza fez uma partida certeira e conquistou um grande resultado ao vencer o Alianza Lima por 2 a 0 pela quinta rodada do Grupo F da Libertadores. Moisés marcou no começo da primeira etapa e o Tricolor apostou nos contra-ataques, marcando com Pikachu na segunda etapa, no estádio Nacional de Lima, na madrugada de hoje (19).

Depois de um grande início, Moisés aproveitou o cruzamento de Pikachu para abrir o placar aos 15 do primeiro tempo. O clube brasileiro se fechou e pouco saiu até o intervalo, melhorando na etapa final com as alterações de Vojvoda. Aos 34, foi a vez de Pikachu receber de Lucas Lima e balançar a rede para garantir um placar que deixa o time bem vivo na competição.

A vitória do Fortaleza deixa o Tricolor na terceira colocação, com sete pontos, mesma pontuação do Colo-Colo, que é o segundo, e elimina o Alianza, que fica como lanterna da chave com 1 ponto. A equipe chilena visita o River Plate hoje (19), às 21h.

Na última rodada, o Leão do Pici e o Colo-Colo farão um confronto direto pela vaga. Para chegar com a vantagem do empate, o Tricolor precisa torcer para o River vença por dois ou mais gols de diferença hoje (19). Caso não avance às oitavas da Liberta, a equipe brasileira ficará no terceiro lugar e disputará a Sul-Americana.

Próximos jogos

As duas equipes atuam fora de casa pela sexta e última rodada da fase de grupos na quarta (25), às 19h. O time brasileiro enfrenta o Colo-Colo, que foi punido pela Conmebol e não deve ter sua torcida apoiando. Já os peruanos encaram o River Plate.

Contudo, antes disso, o Fortaleza recebe o Fluminense no domingo (22), às 16h, pela sétima rodada do Brasileirão. Na mesma data, às 13h (de Brasília), o Alianza visita o Deportivo Municipal na 15ª rodada do Apertura.

A primeira fora

Estreante na Libertadores, o Fortaleza conquistou sua primeira vitória fora de casa. Agora, o Alianza Lima está marcado duas vezes na história do Leão: foi a vítima do primeiro triunfo em casa e também do primeiro fora.

Quem foi bem: Pikachu

O jogador foi, mais uma vez, o motor da equipe brasileira. Muito rápido e habilidoso, foi fundamental para a construção das jogadas, dando a assistência para o gol de Moisés e marcando o segundo.

Quem foi mal: Matheus Jussa

O meio-campista do Tricolor não comprometeu, porém também pouco apareceu em campo. Depois de quase não tocar na bola na primeira etapa, saiu para a entrada de Hércules, que foi mais participativo.

Atuação do Fortaleza: Bem fechado e sem tomar sustos

O Tricolor começou muito bem e teve três boas chances nos primeiros 15 minutos, abrindo o placar na última destas. Com a vantagem no marcador, se fechou bem, no entanto conseguiu trocar poucos passes para sair do campo defensivo na primeira etapa.

A entrada de Hércules no intervalo ajudou a melhorar a saída de bola e o Leão ficou mais com a bola. Com 18 minutos, Vojvoda tirou a dupla de ataque titular para colocar Robson e Romarinho, indicando ainda mais que iria atuar no contragolpe na etapa final, estratégia que foi premiada com mais um gol.

Pikachu começa bem e Moisés abre o placar

Yago Pikachu iniciou bem a partida e foi o responsável por iniciar as principais chances do Leão no início da partida. Após arrancada aos 15, o jogador tocou para Moisés na grande área. O atacante bateu rasteiro e mandou para o fundo da rede.

Lucas Lima quase amplia

Aos 20 minutos, Lucas Lima arriscou uma bomba de fora da área após cruzamento de Moisés, contudo o Campos defendeu. No rebote, Kayzer teve boa oportunidade, mas pegou muito mal na bola e desperdiçou.

Fortaleza se retraí e Alianza cresce

Nos 25 minutos seguintes, o Tricolor ficou muito recuado e não conseguiu trocar passes para sair de seu campo defensivo. Com isso, o time peruano cresceu e pressionou, apostando, sem muito sucesso, nas bolas aéreas.

Barcos perde grande chance

Como Benevenuto recebeu atendimento médico, o zagueiro precisou sair de campo e os mandantes aproveitaram a vantagem numérica aos três minutos da etapa final. Vílchez cruzou da direita e encontrou Aguirre, aproveitando a bagunça da defesa. Ele tocou para trás e Barcos, completamente sozinho, arriscar de primeira e mandar pelo alto.

Contra-ataque acaba no travessão

Aos oito minutos, a equipe brasileira voltou a assustar. Moisés segurou a bola na esquerda e encontrou belo passe para Pikachu, que teve liberdade para pegar a bola e finalizar. A batida beliscou o travessão e foi para fora.

Ataque x Defesa

Enquanto Vojovoda colocou jogadores de velocidade para tentar um contagolpe, o técnico Carlos Bustos abriu mão de qualquer tática para empilhar atacantes em campo. A estratégia funcionou melhor para os visitantes, que conseguiram encontrar os espaços, do que para os mandantes, que foram anulados pela marcação do Leão do Pici.

Pikachu amplia e Robson quase faz o terceiro

Aos 34 do segundo tempo, Hércules passou para Lucas Lima, que cruzou na medida para Yago Pikachu. Livre na área, o jogador bateu firme e marcou o segundo.

Robson ainda teve uma grande chance de marcar o terceiro, aos 45. Lançado por Pikachu, avançou nas costas na zaga, mas tentou uma cavadinha quando estava cara a cara com o goleiro.

FICHA TÉCNICA

ALIANZA LIMA 0 x 2 FORTALEZA

Data: 18 de maio de 2022, quarta-feira
Horário: 23h (de Brasília)
Competição: Libertadores (5ª rodada da fase de grupos)
Local: Estádio Nacional, em Lima (PER)
Árbitro: Franklin Congo (EQU)
Assistentes: Ricardo Baren (EQU) e Andres Tola (EQU)
Cartões amarelos: Lavandeira, Bailón (ALI); Benevenuto (FOR)

Gols: Moisés, aos 15 minutos do primeiro tempo, e Yago Pikachu, aos 34 minutos do segundo tempo.

ALIANZA LIMA: Campos; Vílchez (Fuentes), Ramos, Portales e Rojas (Benavente); Bailón, Concha (Cornejo), Lavandeira (Leiton) e Banítez (Arley Rodríguez); Aguirre e Hernán Barcos. Técnico: Carlos Bustos

FORTALEZA: Marcelo Boeck; Tinga, Benevenuto, Titi; Yago Pikachu, Felipe (José Welison), Matheus Jussa (Hércules), Lucas Lima e Lucas Crispim (Juninho Capixaba); Moisés (Robson) e Kayzer (Romarinho). Técnico: Juan Pablo Vojvoda