PUBLICIDADE
Topo

Libertadores - 2022

Palmeiras bate Emelec, iguala recorde e segue 100% na Libertadores

Danilo comemora seu gol pelo Palmeiras, na partida contra o Emelec-EQU, pela Libertadores - Marcello Zambrana/AGIF
Danilo comemora seu gol pelo Palmeiras, na partida contra o Emelec-EQU, pela Libertadores Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

Diego Iwata Lima

Do UOL, em São Paulo

18/05/2022 20h51

Classificação e Jogos

O Palmeiras não goleou como sempre vinha fazendo na Libertadores. Mas venceu o Emelec-EQU por 1 a 0, com gol de Danilo, segue 100% na Copa Libertadores —o único do torneio — e tornou-se o melhor ataque da fase de grupos da história do torneio continental, empatado com o River Plate de 2020: ambos com 21 gols.

Desse modo, o Alviverde segue firme em seu objetivo de ter a melhor campanha geral da atual edição do torneio, que o dará vantagem de decidir as vagas em casa até uma eventual semifinal do torneio - a decisão será em Guayaquil (EQU). Por conta de seu saldo de gols, empate contra o Deportivo Táchira-VEN, na última rodada, terça-feira (24), garante a meta.

Cronologia do jogo

O Palmeiras fez um bom primeiro tempo e ficou no 0 a 0. O Verdão até chegou a ameaçar os equatorianos aos 4 minutos, com chute de Atuesta. Aos 23', Scarpa bateu escanteio diretamente para o gol e quase surpreendeu Ortiz. Aos 42', Gustavo Gómez bateu para o gol de dentro da pequena área após cruzamento de Rony.

No segundo tempo, o Palmeiras seguiu melhor, especialmente após as entradas de Dudu, Veiga e Vanderlan. E, aos 29', como nos últimos três jogos, Danilo balançou as redes bem ao seu modo: aparecendo para aproveitar a sobra no segundo poste.

Foi bem: Danilo segue em grande fase

O homem de linha do Palmeiras na seleção brasileira manteve o alto nível e decidiu o jogo a favor do Palmeiras com mais um gol de oportunismo. Desde o chamado de Tite, Danilo anotou em todos os três jogos em que atuou.

Foi mal: Rony desperdiçou muitas chances

Dizer que ele foi mal talvez seja exagero, mas o camisa 10 desperdiçou boas chances, e deixou um pouco mais difícil o jogo para o Verdão.

O jogo do Palmeiras

O Palmeiras manteve sua consistência, mas teve dificuldade de abrir o placar. O time teve movimentações interessantes e jogadores como Atuesta e Gabriel Menino fizeram boas partidas.

O jogo do Emelec

Os equatorianos vieram para tentar um empate e iam conseguindo. Depois que levaram o gol, aos 29' da etapa final, tentaram sair, mas não tiveram força.

Gabriel Menino titular após quase dois meses

Foi em 20 de março que o Menino havia iniciado o último jogo como titular pelo Palmeiras — 1 a 1 com o Red Bull Bragantino, pelo Paulista. O camisa 25 foi titular no duelo desta noite e foi bem, atuando como meia pela direita, fazendo boa dupla com Marcos Rocha.

Atuesta bem mais esperto que o seu habitual

Escalado como meia centralizado, o colombiano talvez tenha feito seu melhor jogo com a camisa do Palmeiras. Esperto, ajudou na marcação e na transição para o ataque, roubou bolas e chegou a balançar as redes, aos 34'. Mas o juiz apontou falta dele no goleiro Ortiz, após cruzamento de Rony.

Abel coloca trio no segundo tempo

Embora o Palmeiras não estivesse mal, o placar não se alterava, e Abel Ferreira decidiu lançar a campo três jogadores de uma vez. Dudu, Veiga e Vanderlan entraram o campo para as saídas de Scarpa, Atuesta e Jorge. Isso fez Dudu atuar pela esquerda.

Danilo apareceu para resolver

Em entrevista ao UOL Esporte publicada nesta quarta-feira (18), Danilo dissera ser o "homem do segundo poste", que aproveita as sobras do lado oposto àquele de que a bola vem cruzada. E assim foi, Scarpa bcruzou, Navarro desviou e lá estava o camisa 28 para garantir a vitória.

FICHA TÉCNICA:

PALMEIRAS 1 x 0 EMELEC (EQU)
Competição:
Copa Libertadores - Quinta rodada do Grupo A
Data: 18 de maio de 2022, quarta-feira
Horário: 19h (de Brasília)
Local: Allianz Parque, em São Paulo (SP)
Árbitro: Nicolás Gamboa (CHI)
Assistentes: Claudio Urrutia e Jose Retamal (ambos do CHI)
Gol: Danilo, aos 29' do 2º tempo
Cartões amarelos: Jackson Rodríguez, Pedro Ortíz e Carabalí (EME)
Público: 32.553
Renda: R$ 2.090.453,10

PALMEIRAS: Weverton, Marcos Rocha, Gómez, Kuscevic e Jorge (Vanderlan); Danilo, Menino (Zé Rafael), Atuesta (Veiga) e Gustavo Scarpa (Dudu); Navarro e Rony (Breno Lopes). Técnico: Abel Ferreira

EMELEC: Ortíz; Romario Caicedo, Quintero, Guevara e Rodríguez; Carabalí (Chalá), Vera e Cevallos; Lastra (Gracia), Zapata e Cabeza. Técnico: Ismael Rescalvo