PUBLICIDADE
Topo

Corinthians

Corinthians promete cobranças à Conmebol por caso de racismo na Argentina

La Bombonera horas antes do duelo entre Boca Juniors e Corinthians - Staff images / CONMEBOL
La Bombonera horas antes do duelo entre Boca Juniors e Corinthians Imagem: Staff images / CONMEBOL

Yago Rudá

Do UOL, em São Paulo

18/05/2022 01h21

Classificação e Jogos

A diretoria do Corinthians prometeu protocolar uma reclamação formal na Conmebol sobre o caso de racismo flagrado por um de seus torcedores no estádio da Bombonera, horas antes da partida diante do Boca Juniors, pela Copa Libertadores. O clube do Parque São Jorge também busca explicações sobre o ocorrido nos entornos do estádio e os porquês de boa parte dos corintianos terem conseguido o acesso apenas no intervalo do confronto.

Em nota publicada nas redes sociais, o Corinthians demonstrou insatisfação pelos dois episódios e o tratamento recebido em Buenos Aires. Importante ressaltar que no duelo com o Boca realizado na Neo Química Arena um torcedor argentino foi preso na arquibancada do estádio ao imitar um macaco. Depois de pagar fiança, foi solto e retornou ao seu país.

"O Sport Club Corinthians Paulista considera inaceitáveis as manifestações de racismo da torcida do Boca Juniors, bem como o tratamento dado à sua torcida na chegada do estádio La Bombonera, o que retardou a ocupação dos lugares reservados a ela ao longo de toda a primeira etapa", diz um trecho da nota.

Segundo as imagens da transmissão da partida, parte considerável dos corintianos que compraram o ingresso para acompanhar a partida na Bombonera teve problemas na chegada ao estádio e apenas conseguiu entrar no local entre o intervalo e o início do segundo tempo do confronto com os xeneizes.

O clube também busca informações e prestará queixa pelo ocorrido. A tendência é de que o Corinthians formalize o pedido na Conmebol amanhã pela tarde, quando a delegação com elenco, comissão técnica e diretoria retornar ao Brasil.

Leia, na íntegra, a nota publicada pelo Corinthians:

"O Sport Club Corinthians Paulista considera inaceitáveis as manifestações de racismo da torcida do Boca Juniors, bem como o tratamento dado à sua torcida na chegada do estádio La Bombonera, o que retardou a ocupação dos lugares reservados a ela ao longo de toda a primeira etapa.

Muitos corinthianos, com ingresso, só conseguiram acompanhar a partida de dentro do estádio no segundo tempo por atraso na escolta ou revista nos portões.

O clube vai protocolar reclamação formal à CONMEBOL para apuração de responsabilidades e punições, além de requerer ações preventivas nos próximos jogos.

Atenciosamente,

Sport Club Corinthians Paulista".

Corinthians