PUBLICIDADE
Topo

Brasileirão - 2022

Com pênalti polêmico e mexidas certeiras, São Paulo vence Cuiabá no Morumbi

Colaboração para o UOL, em Santos (SP)

15/05/2022 17h56

Classificação e Jogos

De virada, o São Paulo venceu o Cuiabá por 2 a 1 hoje (15), no Morumbi, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro. O Dourado abriu o placar no primeiro tempo com Jenison. Calleri e Nikão viraram para o Tricolor na etapa final.

O São Paulo melhorou com as substituições do técnico Rogério Ceni. André Anderson e Nikão começaram no banco de reservas, mas entraram no segundo tempo e foram decisivos. André sofreu o pênalti convertido por Calleri após lançamento de Nikão. Nikão ainda fez o segundo gol do Tricolor no jogo e seu primeiro pelo clube.

A arbitragem de Alexandre Vargas Tavares de Jesus (RJ) gerou revolta no Cuiabá. O pênalti de Marllon em André Anderson foi polêmico. E, antes da virada do São Paulo aos 36 minutos, Jonathan Cafú foi expulso por solada em Arboleda aos 29. Num primeiro momento, o juiz não deu nem cartão amarelo e depois foi ao vídeo para mudar sua decisão e expulsar Cafú.

Com a vitória, o São Paulo sobe para o terceiro lugar do Brasileirão, com 11 pontos. Ainda sem técnico depois da demissão de Pintado, o Cuiabá é o 13º na tabela, com sete pontos somados.

O São Paulo voltará a campo para enfrentar o Jorge Wilstermann na quinta-feira (19), novamente no Morumbi. O Tricolor está na liderança com cinco pontos à frente do Everton (CHI) está perto da classificação. Já eliminado, o Cuiabá visitará o River Plate (URU) na quarta.

LIVE DO SÃO PAULO COM HAZAN, MENON E PERECINI

Quem foi bem: Arboleda, Patrick, Nikão e André Anderson

Patrick foi o mais perigoso do ataque e levou a melhor várias vezes pela ponta esquerda até cansar e ser substituído no segundo tempo. Vários dos bons cruzamentos não foram aproveitados pelos demais atacantes. Rogério Ceni colocou André Anderson no intervalo e Nikão aos 15. A dupla melhorou o rendimento do São Paulo. Nikão lançou André no pênalti e fez o segundo gol, o primeiro dele pelo São Paulo. Arboleda foi bem na defesa e no ataque outra vez.

Quem foi mal: Luciano

O atacante ganhou oportunidade como titular, mas foi super discreto e deu lugar a Eder na etapa final.

O jogo do São Paulo: mexidas certeiras

O Tricolor apostou demais nas jogadas pelas pontas, principalmente pelo lado esquerdo, e pouco construiu por dentro. O desempenho melhorou com as entradas de André Anderson, Nikão e Eder no segundo tempo, oferecendo maior rotação ao ataque dos donos da casa e chegada pelos dois lados do campo.

Pênalti?

O gol de empate do São Paulo saiu em pênalti polêmico. Num primeiro momento, o Tricolor reclamou de toque no braço de Marcão Silva. O lance seguiu, o São Paulo se rearmou e Nikão lançou André Anderson, que recebeu leve toque de Marllon e caiu na área. Calleri converteu a penalidade máxima aos 20 minutos.

A reclamação do Cuiabá foi ainda maior pois Jonathan Cafú foi expulso no minuto 29. A princípio, o árbitro Alexandre Vargas Tavares de Jesus (RJ) não deu nem cartão amarelo. Ao rever o lance, expulsou o atacante por uma solada em Arboleda. Em 10 minutos, o Cuiabá foi da vitória parcial para o empate com um a menos. O sistema defensivo não resistiu e levou a virada com Nikão aos 36.

Trapalhada

O gol do Cuiabá veio de uma jogada digna de 'Os Trapalhões'. Pepê tocou em profundidade, Léo saiu do seu setor e tentou de carrinho onde Arboleda estavam. Ambos se chocaram e a bola sobrou limpa para Alesson. O atacante acertou a trave, mas Jenison fez no rebote.

Nem precisou tocar

Calleri é o artilheiro disparado do Campeonato Brasileiro, com seis gols. O argentino não brilhou, mas converteu com categoria o pênalti para o São Paulo.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 2 x 1 CUIABÁ

Data: 15 de maio de 2022 (domingo)
Horário: 16h
Local: Morumbi, em São Paulo (SP)
Árbitro: Alexandre Vargas Tavares de Jesus (RJ)
Assistentes: Thiago Henrique Neto Correa Farinha e Thiago Rosa de Oliveira (RJ)
VAR: Carlos Eduardo Nunes Braga (RJ)
Público: 27511
Renda: R$ 1.134.642,00
Cartões amarelos: Luciano e Igor Gomes (São Paulo) e Marllon (Cuiabá)
Cartões vermelhos: Jonathan Cafu (Cuiabá)

GOLS:
São Paulo:
Calleri e Nikão, aos 20 e 36 minutos do 2T
Cuiabá: Jenison, aos 32 minutos do 1T

SÃO PAULO: Jandrei, Rafinha, Arboleda, Léo e Welington (Reinaldo); Pablo Maia (André Anderson), Patrick (Nikão), Igor Gomes e Alisson (Rigoni); Luciano (Eder) e Calleri. Técnico: Rogério Ceni

CUIABÁ: Walter, João Lucas, Paulão, Marllon e Uendel (Igor Carius); Marcão, Pepê e Valdívia (Rodriguinho); Alesson (Jonathan Cafú), Felipe Marques (Gava) e Jenison (André Luís). Técnico: Luiz Fernando Iubel (auxiliar)