PUBLICIDADE
Topo

Fluminense

Fluminense acerta a venda de Gabriel Teixeira a clube dos Emirados Árabes

Gabriel Teixeira, atacante do Fluminense - Mailson Santana/Fluminense FC
Gabriel Teixeira, atacante do Fluminense Imagem: Mailson Santana/Fluminense FC

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

27/01/2022 18h10

O Fluminense acertou a venda do atacante Gabriel Teixeira ao Al Wasl, dos Emirados Árabes, clube que tem Odair Hellmann como treinador. Após o Tricolor recusar uma proposta inicial, os árabes subiram a oferta para 2 milhões de dólares, algo em torno de R$ 10,8 milhões na cotação atual, e as tratativas avançaram.

A negociação envolveu 60% dos direitos do jogador, que tem 20 anos e nem sequer foi relacionado para o duelo com o Bangu, na noite de hoje (27), pela primeira rodada do Campeonato Carioca. A tendência é que ele embarque amanhã (28) para os Emirados Árabes, onde assinará um vínculo de cinco anos. A informação sobre o desfecho da negociação foi publicada, primeiramente, pelo "ge" e confirmada pelo UOL Esporte.

Cria do Flu, Gabriel Teixeira foi promovido ao elenco profissional no ano passado e chegou a ser titular em certo momento da temporada, mas, na reta final, perdeu espaço. Em julho, ele renovou o contrato até o fim de 2025.

Em coletiva realizada ontem (26) com os participantes da "Flu Camp" — evento realizado anualmente pelo clube com crianças de cinco a 13 anos —, Mario Bittencourt, presidente do Tricolor, já havia indicado a necessidade de realizar transações para "aliviar o caixa", e também comentou sobre a situação de Biel.

"A janela de transferência fecha no fim de janeiro. Então, sempre até o último dia de janeiro existe a possibilidade de alguém saia. Temos duas propostas para jogadores, e ainda não aceitamos elas. Mas, obviamente, temos de avaliar a questão de preço, se estamos satisfeitos com o que estão oferecendo. Por enquanto, não [há venda], mas a tendência é que até o fim da janela a gente faça alguma venda. Até porque é importante fazer venda para aliviar o caixa do clube e termos condições de fazer boa temporada com dinheiro em caixa", apontou.

"Gabriel Teixeira tem uma proposta neste momento. Não aceitamos a primeira proposta e estamos negociando. Se chegar nos valores que o Fluminense acha interessante, e também para o jogador, a tendência é que a gente faça a venda até o fim de janeiro", completou.

Para o setor ofensivo, o Fluminense tem, atualmente, Caio Paulista, Willian Bigode, Luiz Henrique, Matheus Martins, John Kennedy, Matheus Martins, Fred e Cano.

No começo do mês, o Tricolor recebeu uma proposta do Tigres, do México, pelo zagueiro Nino. As negociações, porém, não foram à frente pelo fato de o clube das Laranjeiras, que tem 60% dos direitos, não ter chegado a um acordo com o Criciúma, dono dos outros 40%. O colocado à mesa foi 5 milhões de dólares, cerca de R$ 28 milhões na cotação atual, mas o Tricolor entendeu que receberia uma quantia abaixo da imaginada pelo jogador.

Fluminense