PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Surto de covid-19 deixa seleção de Comores sem goleiro para jogo da CAN

Seleção de Comores disputa pela 1ª vez a Copa Africana - Divulgação
Seleção de Comores disputa pela 1ª vez a Copa Africana Imagem: Divulgação

Colaboração para o UOL, em São Paulo

22/01/2022 10h57

Classificação e Jogos

A histórica saga da seleção de Comores em sua primeira Copa Africana de Nações ganhou um difícil capítulo. Na manhã de hoje (22), a federação do país do leste africano confirmou um surto de covid-19 com 12 casos positivos na delegação, informou o diretor El Hadad Himidi.

Entre eles, além do técnico Amir Abdou, foram confirmados também os goleiros Moyadh Ousseini e Ali Ahamada.

Dessa maneira, a seleção ficará sem um jogador da posição para a disputa da próxima fase, uma vez que o outro arqueiro da equipe, Bem Boina, está lesionado.

Participação épica na CAN

A seleção comorense faz sua estreia na atual edição da Copa Africana de Nações, a mais importante competição do continente.

Tida como a zebra do Grupo C, que contava com Gabão, Gana e Marrocos, Comores conquistou uma classificação heroica na última rodada, se garantindo nas oitavas de final.

A vaga veio com uma vitória diante dos ganeses por 3 a 2, com o terceiro gol aos 40 minutos do segundo tempo, que deu a Comores, com três pontos, a classificação como um dos melhores terceiros colocados entre as seis chaves.

Se a trajetória de Comores já carregava características de uma epopeia, a seleção terá de enfrentar Camarões, país-sede do torneio e uma das seleções mais tradicionais da África, sem um goleiro de posição e com 12 desfalques devido ao surto do novo coronavírus na delegação.

O jogo ocorre na segunda-feira (24), no Paul Biya Stadium, em Iaundé, capital camaronesa.

Futebol