PUBLICIDADE
Topo

Copa do Rei - 2022

Bilbao elimina Barcelona da Copa do Rei e afunda catalães em crise

Busquets e Piqué lamentam durante confronto entre Barcelona e Athletic Bilbao, pela Copa do Rei - Vincent West/Reuters
Busquets e Piqué lamentam durante confronto entre Barcelona e Athletic Bilbao, pela Copa do Rei Imagem: Vincent West/Reuters

Do UOL, em São Paulo

20/01/2022 20h05

Classificação e Jogos

O Barcelona está eliminado da Copa do Rei. Na tarde de hoje, a equipe catalã foi superada pelo Athletic Bilbao na prorrogação e deu adeus, nas oitavas de final, ao torneio do qual é atual campeã.

Marcada por golaços, a partida acabou em 3 a 2 foi realizada dentro do estádio San Mamés, em Bilbao. O UOL Esporte resumiu, abaixo, o que foi o emocionante confronto.

1° tempo de golaços

O Barcelona não teve nem tempo de respirar e já começou atrás no placar. Logo no 1° minuto de jogo, o Bilbao se lançou ao ataque pela direita e Nico cruzou rasteiro para a área.

A bola passou por todo mundo e sobrou para Muniain. O meia-atacante, com muita categoria, finalizou cruzado e de cobertura, sem dar chances de defesa a Ter Stegen: 1 a 0.

Precisando do resultado para se manter vivo na competição, os visitantes passaram a valorizar a posse de bola e atacar o adversário.

De tanto martelar, o empate veio - e também em um golaço: aos 19, Ferrán Torres recebeu na ponta esquerda da área e limpou a marcação.

Rapidamente, o atacante bateu ao gol com curva e acertou o ângulo de Agirrezabala, anotando o seu 1° gol com a camisa do Barça.

Ferrán Torres marcou seu 1° gol pelo Barcelona no duelo contra o Athletic Bilbao - David S. Bustamante/Soccrates/Getty Images - David S. Bustamante/Soccrates/Getty Images
Ferrán Torres marcou seu 1° gol pelo Barcelona no duelo contra o Athletic Bilbao
Imagem: David S. Bustamante/Soccrates/Getty Images

2° tempo tenso, mas...

A etapa final foi marcada pela tensão e pelo excesso de cautela entre as equipes. O Bilbao até se lançou ao ataque no começo e assustou Ter Stegen, mas o Barcelona conseguiu neutralizar as ações ofensivas dos mandantes ao longo do tempo.

A grande chance até os 40 minutos se deu em um lance despretensioso de Iñaki Williams. Pela direita, o atacante avançou e tentou um cruzamento em diagonal. A bola, no entanto, acabou carimbando a trave e assustou os visitantes.

Daniel Alves se irrita durante Barcelona x Athletic Bilbao, pela Copa do Rei - Inigo Larreina/Europa Press via Getty Images - Inigo Larreina/Europa Press via Getty Images
Daniel Alves se irrita durante Barcelona x Athletic Bilbao, pela Copa do Rei
Imagem: Inigo Larreina/Europa Press via Getty Images

Gols no fim e emoção

O Bilbao chegou ao seu 2° gol a poucos minutos do apito final. Em falta cobrada por Muniain, Berenguer subiu e obrigou Ter Stegen a bloquear a cabeçada.

A bola, no entanto, atravessou a pequena área e parou no zagueiro Iñigo Martínez, que dividiu de maneira atrapalhada com Piqué e conseguiu empurrar para as redes: 2 a 1.

Jogadores do Bilbao comemoram gol de Iñigo Martinez contra o Barcelona - Vincent West/Reuters - Vincent West/Reuters
Jogadores do Bilbao comemoram gol de Iñigo Martinez contra o Barcelona
Imagem: Vincent West/Reuters

O Barcelona, desesperado para levar o jogo para a prorrogação, partiu com tudo para o ataque e conseguiu o empate de maneira heroica já aos 47 minutos.

Depois de a bola viajar a área de Agirrezabala, o brasileiro Daniel Alves deu uma bicicleta que acabou virando um passe para Pedri. De primeira, o jovem bateu de esquerda e estufou as redes dos mandantes, levando a partida para o tempo extra.

Prorrogação tem Alba infeliz e mais Muniain

Ainda na 1ª metade dos 30 minutos finais, o Bilbao arrancou um pênalti e incendiou o San Mamés. Em ataque pela direita, Nico cruzou para a área e foi bloqueado por Alba - o problema é que o lateral acabou colocando o braço na bola ao tentar a interceptação.

Depois de revisão no VAR, a arbitragem marcou a penalidade. Com tranquilidade, Muniain deslocou Ter Stegen e fez o 3° dos donos da casa.

No 2° tempo, o Barça mais uma vez abdicou de marcar e usou completamente o campo de defesa dos mandantes, mas não conseguiu causar perigo.