PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Benfica é eliminado em clássico, complica Jesus e anima torcida do Flamengo

Taremi, do Porto, comemora gol marcado por Evanílson diante do Benfica; resultado complicou vida de Jorge Jesus no cargo - Reprodução/Twitter
Taremi, do Porto, comemora gol marcado por Evanílson diante do Benfica; resultado complicou vida de Jorge Jesus no cargo Imagem: Reprodução/Twitter

Do UOL, em São Paulo

23/12/2021 19h47

Sob olhares atentos de Marcos Braz e Bruno Spindel, dirigentes do Flamengo, o Benfica, hoje comandado por João de Deus, foi massacrado no clássico contra o Porto fora de casa e eliminado da Taça de Portugal. A partida, disputada na noite de hoje, acabou em 3 a 0.

O resultado anima torcedores flamenguistas, que acreditam em uma saída do técnico Jorge Jesus da equipe de Lisboa em breve e, consequentemente, em um retorno do português ao Rio de Janeiro - pressionado no cargo, ele não esteve no banco de reservas por suspensão.

O UOL Esporte resumiu o que foi o clássico disputado pelas oitavas de final da Taça de Portugal. Confira abaixo:

1, 2, 3...

O massacre começou ainda com 30 segundos de jogo, quando o brasileiro Evanílson aproveitou cobrança de lateral e surpreendeu os visitantes, abrindo o placar.

Seis minutos depois, o Porto ampliou: após cruzamento para a área em decorrência de um escanteio, o goleiro Helton Leite saiu de soco e a bola parou nos pés de Vitinha, que bateu com categoria para encobrir o adversário

O terceiro gol dos mandantes saiu aos 30 minutos. Luis Diaz foi lançado em profundidade e, já dentro da área, cortou André Almeida e rolou para Evanílson, que não perdoou e marcou mais uma vez na partida: 3 a 0.

No camarote do Estádio do Dragão, Jesus foi flagrado pelas câmeras oficiais da transmissão desanimado com a derrota parcial de sua equipe.

Alvo do Flamengo, Jorge Jesus lamenta dos camarotes a derrota do Benfica para o Porto na Taça de Portugal - Reprodução/Twitter - Reprodução/Twitter
Alvo do Flamengo, Jorge Jesus lamenta dos camarotes a derrota do Benfica para o Porto na Taça de Portugal
Imagem: Reprodução/Twitter

Alívio para o Benfica

Já nos acréscimos da etapa inicial, Evanílson entrou em cena de uma maneira diferente - desta vez, para o lado negativo.

Ainda na região do meio de campo, o brasileiro acertou o cotovelo na cabeça de João Mário e tomou o 2° cartão amarelo, deixando o Porto com um homem a menos para o restante do duelo.

Um homem a mais, mas...

João de Deus, auxiliar de Jesus, fez duas substituições ofensivas - uma delas com a entrada de Everton Cebolinha - e botou o Benfica no ataque no início do 2° tempo.

Apesar disto, a primeira grande chance da etapa complementar foi do Porto. Aos nove minutos, Zaidu disparou e cruzou para Taremi, que cabeceou na trave de Helton Leite.

Faltas, confusões e tensão

Depois do lance envolvendo a bola na trave, o jogo passou a ficar truncado e faltoso, com vários princípios de confusão entre os atletas.

Otávio, representando o Porto, e Yaremchuk, do Benfica, eram os mais nervosos e deram trabalho à arbitragem.

O ucraniano do time de Lisboa, aliás, se envolveu em uma confusão mais séria aos 27 minutos. Ele fez uma falta por trás em Taremi e chutou a perna do adversário após o apito, gerando mais um tempo de bola parada.

Final desolador

O Benfica até conseguiu balançar as redes adversárias aos 38 minutos, com Otamendi. O zagueiro argentino aproveitou cruzamento da esquerda e, de cabeça, mandou a bola para o fundo de gol de Marchesín.

O lance, no entanto, foi anulado pelo VAR, que constatou impedimento no ataque dos visitantes. Ainda teve tempo de o próprio Otamendi acertar Luis Díaz, receber o 2° amarelo e deixar o campo pouco antes do fim.

Ficha técnica: Porto 3x0 Benfica

Torneio: Taça de Portugal - oitavas de final

Data: 23 de dezembro de 2021

Local: Estádio do Dragão, em Porto

Horário: 17h45 (de Brasília)

Gols: Evanílson (1 min e 30 min do 1° tempo) e Vitinha (6 min do 1° tempo)

Porto: Marchesín; João Mário, Mbemba, Fábio Cardoso e Zaidu; Uribe, Vitinha e Otávio (Sérgio Oliveira); Luis Diaz, Evanílson e Taremi (Wendell). Técnico: Sérgio Conceição

Benfica: Helton Leite; André Almeida (Lazaro), Otamendi e Vertonghen; Gilberto (Yaremchuck), Weigl, João Mário (Pizzi) e Grimaldo; Taarabt (Everton Cebolinha) e Rafa Silva; Darwin Nuñez (Seferovic). Técnico: João de Deus

Futebol