PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Boca Juniors vence Barcelona nas penalidades em reestreia de Daniel Alves

Daniel Alves reestreia com a camisa do Barcelona - Reprodução/Barcelona
Daniel Alves reestreia com a camisa do Barcelona Imagem: Reprodução/Barcelona

Do UOL, em São Paulo (SP)

14/12/2021 16h10

O Boca Juniors venceu o Barcelona nas penalidades por 4 a 2 — após empate no tempo normal em 1 a 1 —, no estádio Mrsool Park, em Riad, na Arábia Saudita, em um amistoso para homenagear Diego Armando Maradona. O histórico jogador argentino, que morreu em novembro do ano passado, defendeu a camisa dos clubes e a 'Maradona Cup' foi disputada em sua lembrança.

Um dos principais destaques da partida foi a reestreia de Daniel Alves com a camisa do Barça. O jogador não atuava pelo time espanhol desde 2016 e jogou os 90 minutos. Ele foi escalado na lateral direita, sua posição de origem, diferentemente do que fazia no São Paulo — onde atuou a maior parte do tempo como meio-campista.

A equipe catalã escalada pelo técnico Xavi Hernández foi bem diferente do que o time titular que o torcedor está acostumado. Os 11 iniciais foram: Neto; Dani Alves, Eric García, Clément Lenglet e Alejandro Balde; Álvaro Sanz Catalán, Riqui Puig e Philippe Coutinho; Sergiño Dest, Ferran Jutglà e Yusuf Demir.

O Boca Juniors, do treinador Sebastián Battaglia, entrou em campo com Agustin Rossi; Frank Fabra, Marcos Rojo, Carlos Izquierdoz e Luis Advíncula; Campuzano, Juan Ramírez e Agustín Almendra; Villa, Edwin Cardona e Luis Vázquez. Apenas alguns foram titulares no decorrer da temporada.

Aos 5 minutos do segundo tempo saiu o primeiro gol do jogo: Daniel Alves recebeu inversão de jogo de Riqui Puig, avançou até a linha de fundo e cruzou para a área. Coutinho dividiu a bola com o defensor do Boca Juniors, e a bola sobrou para Ferran Jutglà, que girou e acertou belo chute.

O gol de empate do Boca Juniors foi marcado por Exequiel Zeballos, aos 32 minutos da etapa final. O lateral Frank Fabra recebeu lançamento e disparou pelo lado direito do Barcelona, o colombiano cruzou para Zeballos, que só teve o trabalho de finalizar rasteiro, sem chances para o goleiro brasileiro Neto.

Com o empate no tempo normal, as equipes partiram para a disputa de pênaltis. Daniel Alves deixou o seu, mas viu o compatriota Matheus Pereira e Guillem Jaime desperdiçarem suas cobranças, em erros que deram a vitória ao Boca Juniors.

Futebol