PUBLICIDADE
Topo

Corinthians

Torino aciona o Corinthians na Fifa por calote na compra de Danilo Avelar

Danilo Avelar em treino do Corinthians - Rodrigo Coca / Agência Corinthians
Danilo Avelar em treino do Corinthians Imagem: Rodrigo Coca / Agência Corinthians

Ricardo Perrone e Yago Rudá

Do UOL, em São Paulo

30/11/2021 21h29

O Torino, da Itália, acionou o Corinthians na Fifa pelo não pagamento da segunda e última parcela de 750 mil euros (R$ 4,74 milhões na cotação atual) pela compra do zagueiro Danilo Avelar. Foi a segunda vez que o Timão deu o calote nos europeus por essa negociação.

Para evitar uma punição e ganhar tempo para encontrar uma solução ao problema, o Corinthians entrou com um recurso no CAS (Corte Arbitral do Esporte). A tendência é de que o julgamento aconteça apenas no primeiro trimestre do ano que vem, quando a diretoria alvinegra espera ter conseguido juntar os recursos para quitar a dívida. A informação foi divulgada pelo portal 'Meu Timão' e confirmada pelo UOL Esporte.

No início deste ano, o Torino também acionou o Corinthians na Fifa pelo calote da primeira parcela referente ao repasse de 100% dos direitos de Danilo Avelar. Em março, o Timão realizou o depósito aos europeus e evitou uma sanção da entidade máxima do futebol mundial.

O caso acontece três meses após o clube investir nas contratações de Willian, Renato Augusto, Giuliano e Roger Guedes. Na época, a diretoria explicou que havia feito um esforço financeiro para viabilizar os investimentos e que a chegada dos quatro atletas não extrapolava os limites da folha salarial do departamento de futebol.

A situação de Avelar

De acordo com as informações passadas pela assessoria de imprensa do Corinthians, Avelar ainda está em processo de recuperação da cirurgia de reconstrução dos ligamentos. A reportagem apurou que o zagueiro está treinando com bola no CT Joaquim Grava e constantemente integra os trabalhos com o restante do elenco.

Em junho deste ano, durante uma partida de videogame, o jogador cometeu um ato de injúria racial e o Corinthians informou que rescindiria o contrato, válido até o fim de 2022. No entanto, o clube não cumpriu com o que foi divulgado e agora pretende negociar o atleta na próxima janela de transferências ou até mesmo emprestá-lo para outra equipe.

Corinthians