PUBLICIDADE
Topo

Corinthians

Jô e Guedes travam disputa por artilharia do Corinthians no Brasileirão

Jô comemora com Róger Guedes seu gol pelo Corinthians -  Ettore Chiereguini/AGIF
Jô comemora com Róger Guedes seu gol pelo Corinthians Imagem: Ettore Chiereguini/AGIF

Yago Rudá

Do UOL, em São Paulo

30/11/2021 17h38

Classificação e Jogos

O Brasileirão se encaminha para sua reta final e o técnico Sylvinho deixou claro que não poupará os jogadores do Corinthians antes do fim da temporada. Embora esteja garantido na disputa da Copa Libertadores do ano que vem, o Alvinegro ainda busca a vaga direta na fase de grupos da competição continental. Neste cenário, os dois últimos jogos de 2021 marcam a disputa interna entre Jô e Roger Guedes pela artilharia do Timão na Série A.

Atualmente, os dois jogadores são titulares do sistema ofensivo e possuem, cada um, sete gols no Campeonato Brasileiro. Jô e Roger Guedes estão distantes dos 17 gols do atleticano Hulk, o artilheiro isolado da competição, mas travam uma disputa interna no Corinthians pelo posto de maior goleador da equipe no Campeonato Brasileiro.

Único centroavante de ofício do Corinthians, Jô foi um nome importante no primeiro turno. Fez cinco dos seus sete gols nas primeiras 19 rodadas, quando a equipe ainda não tinha seus reforços à disposição, e ainda é o garçom do time no Brasileirão com cinco passes para gol. Nos últimos meses, oscilou e chegou a ir para o banco de reservas, mas entra nesta reta final como nome importantíssimo para a equipe.

Já Roger Guedes fez sua estreia pelo Alvinegro justamente na última partida do primeiro turno, contra o Juventude, na Neo Química Arena. O camisa 123 já caiu nas graças da torcida e fez gols importantes em jogos contra o Palmeiras e Chapecoense, quando garantiu os três pontos para o Corinthians em cada uma das partidas. É o nome mais efetivo do elenco na relação entre minutos em campo e participações em gol.

Nas duas próximas rodadas, o Corinthians mede forças com o Grêmio, na Neo Química Arena, e depois com o Juventude, no Alfredo Jaconi. Mais dois pontos colocam o Timão na fase de grupos da Copa Libertadores, porém a diretoria trabalha com o objetivo de conquistar a quarta colocação no Campeonato Brasileiro para garantir os R$ 28 milhões pagos pela CBF como premiação.

Corinthians