PUBLICIDADE
Topo

Corinthians tem despesa de R$ 850 mil e fica com 58% da renda de bilheteria

Roger Guedes, do Corinthians durante a partida contra o Athletico-PR, pelo Brasileirão - Marcello Zambrana/AGIF
Roger Guedes, do Corinthians durante a partida contra o Athletico-PR, pelo Brasileirão Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

Yago Rudá

Do UOL, em São Paulo

29/11/2021 20h17

Para jogar contra o Athletico-PR na Neo Química Arena, o Corinthians teve uma despesa de praticamente R$ 850 mil com os pagamentos de funcionários, impostos e também com a taxa paga à FPF (Federação Paulista de Futebol). Com os descontos, o clube embolsou 57,8% dos mais de R$ 2 milhões arrecadados com a venda dos ingressos.

A maior despesa do Corinthians foi com os orientadores espalhados dentro e fora do estádio. O serviço desses trabalhadores custou R$ 118.930,00 ao clube. Outros valores altos foram com o pagamento das taxas da FPF e com o recolhimento do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), ambos representam 5% da renda bruta. Portanto, R$ 100.855,95.

No documento disponível no site da CBF (Confederação Brasileira de Futebol) consta ainda uma despesa não especificada, marcada como 'outras, no valor de R$ 223.620,71. Somadas todas as deduções, que incluem custos de arbitragem, banheiros químicos, monitoramento de imagem e ainda outros fatores, o Corinthians embolsou R$ 1.167.294,80 — o equivalente a 57,8% do montante arrecadado.

Ao todo, 37.309 pessoas pagaram ingresso para acompanhar a vitória do Corinthians diante do Athletico-PR, por 1 a 0. O resultado garantiu o Timão na Copa Libertadores da próxima temporada e registrou o sétimo triunfo seguido do Alvinegro na Neo Química com a presença do público. Em casa, o time do técnico Sylvinho não perde desde o dia 1º de agosto, quando foi superado pelo Flamengo, por 3 a 1.

No próximo domingo (5), o Corinthians recebe o Grêmio pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro. Uma vitória garante a equipe do Parque São Jorge na fase de grupos da Libertadores 2022. Nas redes sociais, a torcida fala em vingança pelo ocorrido em 2007, quando o Timão visitou o Imortal na última rodada e acabou rebaixado. Os ingressos estão à venda pela internet e o estádio terá casa cheia.