PUBLICIDADE
Topo

Futebol

A dieta egípcia que ajudou Salah a virar um dos maiores atacantes do mundo

Mohamed Salah investe horas do seu dia para cuidar do seu corpo - Reprodução/Instagram
Mohamed Salah investe horas do seu dia para cuidar do seu corpo Imagem: Reprodução/Instagram

Do UOL, em São Paulo

10/11/2021 04h00

Mohamed Salah é um dos maiores atacantes do mundo. Nesta temporada, o atleta marcou 10 gols e realizou sete assistências nas últimas 11 partidas. E um dos segredos da boa performance está justamente na dieta egípcia seguida pelo atacante do Liverpool.

Hoje, ele tem 73 quilos e 1,75m de altura e já é comparado ao robozão Cristiano Ronaldo.

Quer ficar com o shape do Salah? Dá uma olhada na dieta: no café da manhã, ele come parathas, um pão achatado e macio, acompanhado de um copo de leite. Se a fome não passar, ele ainda pode aproveitar uma tigela de frutas.

No almoço, o egípcio come lentilhas, vegetais, pão, frango e encerra com uma porção de iogurte. Ele também costuma comer seu prato preferido, o kushari, que leva arroz, macarrão, lentilhas cobertos com tomate, grão de bico e cebola.

Kushari é um dos pratos preferidos de Salah - Reprodução/Wikipedia - Reprodução/Wikipedia
Kushari é um dos pratos preferidos de Salah
Imagem: Reprodução/Wikipedia

O jantar é a refeição mais leve de Salah. A preferência é sempre por sopa, salada e vegetais. O acompanhamento é um copo de suco de frutas sem açúcar.

O efeito da dieta com os exercícios podem ser notados em fotos que comparam Salah no Chelsea entre 2014 e 2016 e, agora, no Liverpool.

À esquerda, Mohamed Salah em 2013, pouco antes de ir ao Chelsea, e à direita, Salah atualmente - Reprodução/Instagram - Reprodução/Instagram
À esquerda, Mohamed Salah em 2013, pouco antes de ir ao Chelsea, e à direita, Salah atualmente
Imagem: Reprodução/Instagram

O esforço é recompensado. Além de manter boas atuações em campo, Salah é tão focado que consegue algumas brechas em sua alimentação: pode comer pizza!

Salah também mantém uma rotina rígida de exercícios físicos que incluem treinos até nas madrugadas. O egípcio frequenta a academia do Liverpool mesmo no período opcional para jogadores. Em casa, ele ainda realiza sessões adicionais de musculação, treinos funcionais, ioga, natação e alongamentos.

Futebol