PUBLICIDADE
Topo

Futebol

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Menon: 'Mudança do São Paulo foi clara. Escolhas de Ceni deram certo'

Do UOL, em São Paulo

19/10/2021 04h00

Classificação e Jogos

Foi apenas o segundo jogo do São Paulo após o retorno de Rogério Ceni como treinador do clube, mas a vitória por 1 a 0 sobre o Corinthians nesta segunda-feira (17) mostrou um time diferente. É natural que um clássico traga motivação extra aos jogadores, mas o Tricolor exibiu algumas qualidades que estavam apagadas ao final da passagem de Hernán Crespo pelo Morumbi.

Na Live do São Paulo, programa do UOL Esporte após os jogos do Tricolor, os jornalistas Marcelo Hazan e Menon falaram se já é possível apontar algumas diferenças entre os times de Ceni e Crespo.

"Essa mudança foi clara. O Rogério foi bem e todas as coisas que ele escolheu estão dando certo. Não quer dizer que, no próximo jogo, o Reinaldo não faça um erro como costumava fazer. Ele não é um marcador muito bom. O Orejuela pode falhar, como falhou muito com o Crespo. Mas, até agora, o que o Rogério fez está dando certo", comentou Menon.

Hazan falou das mudanças vistas em campo. "Do ponto de vista tático, com o Rogério o time joga em um losango com o Benítez mais livre para armar, e ele não vinha sendo titular. Sem o Luan, ele fixou Liziero como primeiro volante, com Igor Gomes e Gabriel Sara juntos. Ou seja, um meio-campo com três garotos de Cotia, além de dois laterais tarimbados e Luciano e Calleri no ataque. Do ponto de vista anímico, toda mudança de treinador 'zera' a concorrência. Então, todo mundo quer mostrar serviço", analisou.

No Majestoso, Menon destacou que o São Paulo teve três importantes desfalques. Mesmo assim, Rogério conseguiu montar uma equipe competitiva diante do Corinthians. "Temos que lembrar que ele não pôde escalar Luan, o melhor defensor, Rigoni, o melhor do time, e Miranda. São três pilares que ficaram fora. Os jogadores que ele colocou foram muito bem. O Igor Gomes fez a melhor partida dele nos últimos tempos. O Arboleda foi muito bem. O Rogério acertou e o São Paulo fez uma ótima partida", elogiou o colunista do UOL.

A experiência por tantos anos no Tricolor, tanto como jogador como em sua primeira passagem como técnico, contribuiu para Ceni se sentir mais à vontade para promover mudanças, na visão de Hazan. "O Rogério já foi treinador desse time em 2017 e jogou a vida inteira no São Paulo. Ele conhece vários jogadores com quem dividiu vestiário como atleta e com outros tantos que treinou. Não é um cara que chegou de paraquedas. Já sabe o elenco que tem na mão e fez o que achava que deveria fazer. Fez as mudanças e o desempenho do time melhorou. O resultado começou a vir agora", ressaltou.

Outra mudança feita por Ceni foi nas laterais, com a presença de Reinaldo e Orejuela como titulares. Menon aprovou a dupla, embora tenha feito ressalvas quanto à atuação do colombiano no clássico. "O Rogério optou pelo Reinaldo, e ele deu passe para o gol. O Welington também é bom jogador, e qualquer um dos dois poderia jogar. O Orejuela foi mais ou menos. Às vezes, perdia a bola e cometia faltas. Foi o mais discreto da defesa, mas não foi o horror que havia sido em outros jogos", avaliou.

Apesar da postura diferente do São Paulo sob o comando de Rogério, Menon fez questão de exaltar o trabalho de Crespo. "Ele estava em um ponto ruim. O time não reagia, e o Crespo parecia que não conseguia buscar soluções. Gosto do Crespo. Fez um ótimo papel no São Paulo. Tirou o time da fila e merece todo o reconhecimento. Não dá para culpá-lo. Há muita coisa errada no São Paulo", finalizou.

Não perca! A próxima edição da Live do São Paulo será no domingo (24), logo após a partida contra o Red Bull Bragantino pelo Brasileirão. Você pode acompanhar o programa pelo Canal UOL, no app Placar UOL, na página do São Paulo no UOL Esporte ou no canal do UOL Esporte no Youtube.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Futebol