PUBLICIDADE
Topo

Liga dos Campeões - 2021/2022

Salah assombra, ofusca Griezmann e Liverpool se vinga do Atlético de Madri

Salah comemora gol sobre o Atlético de Madri na Champions League - REUTERS/Sergio Perez
Salah comemora gol sobre o Atlético de Madri na Champions League Imagem: REUTERS/Sergio Perez

Colaboração para o UOL, em São Paulo

19/10/2021 17h59

Classificação e Jogos

O Liverpool vingou a eliminação nas oitavas de final da Liga dos Campeões da temporada 2019/2020 e venceu o Atlético de Madri por 3 a 2, hoje, em pleno Wanda Metropolitano, pela terceira rodada da fase de grupos.

Com dois gols em 12 minutos, marcados por Salah e Keita, o Liverpool viu Griezmann brilhar e empatar a partida ainda na primeira etapa. O francês, porém, acabou expulso no início do segundo tempo após acertar o rosto de Firmino. De pênalti, Salah marcou seu segundo gol no jogo e garantiu o triunfo do time inglês.

Com o resultado, o Liverpool mantém a invencibilidade, assim como a liderança do Grupo B, com nove pontos. Já o Atlético segue na segunda colocação, com quatro.

Liverpool e Atlético de Madri se reencontram no dia 3 de novembro, às 17h (de Brasília), pela quarta rodada da fase de grupos.

Dois gols em 12 minutos!

O Liverpool não se intimou com a linha de cinco montada por Diego Simeone, e abriu o placar logo aos sete minutos de jogo. Em bela jogada, Salah deixou três marcadores para trás e finalizou de fora da área para abrir o placar. A bola desviou em Milner, mas a UEFA deu o tento para o egípcio.

Tomando conta do campo de ataque, o Liverpool chegou ao segundo gol cinco minutos depois, com um golaço do meio-campista Keita no canto esquerdo, após corte mal feito de Felipe em cruzamento de Alexander-Arnold.

Griezmann deixa tudo igual

Atrás no marcador, o Atlético de Madri aproveitou o apoio da torcida para se lançar ao ataque. A pressão fez efeito, e aos 20 minutos da etapa inicial, Griezmann diminuiu para os donos da casa na entrada da pequena área, ao desviar chute rasteiro de Koke.

O francês deixou tudo igual aos 33 minutos do primeiro tempo. João Félix se livrou da marcação e encontrou Griezmann na entrada da grande área. O atacante tirou Van Dijk da jogada, mandou para o fundo da rede e correu para o abraço.

O atacante ainda obrigou o goleiro Alisson a fazer uma grande defesa aos 31 do primeiro tempo. Após belo lançamento de De Paul, Griezamann cruzou praticamente todo o campo de ataque, obrigou o arqueiro brasileiro a deixar a meta e salvar o time inglês.

Goleiros brilham

O segundo tempo começou com os arqueiros Oblak e Alisson realizando boas defesas. Aos dois minutos, o goleiro do Liverpool defendeu a forte cabeçada de Mané após escanteio batido por Alexander-Arnold.

No lance seguinte, após troca de passes com De Paul, Carrasco entrou na grande área, mas finalizou em cima de Alisson.

De herói a vilão?

Responsável pelos dois gols do Atlético no primeiro tempo, Griezmann foi expulso aos seis minutos do segundo tempo, após levantar demais a perna e acertar o rosto de Roberto Firmino.

Apesar do cartão vermelho, o camisa 8 foi aplaudido pelos torcedores enquanto deixava o Wanda Metropolitano.

Virada dos Reds

Com um a menos, o Atlético de Madri se fechou em seu campo de defesa, e passou a explorar os contra-ataques. Já o Liverpool trocava passes no campo de ataque, procurando brechas no compacto time espanhol.

A estratégia funcionou até os 31 minutos do segundo tempo, quando Hermoso derrubou Diogo Jota dentro da área em disputa de bola após lançamento de Alexander-Arnold. Salah converteu a penalidade e colocou o time inglês na frente.

VAR 'salva' o Liverpool

Em cobrança de falta de Renan Lodi aos 35 minutos do segundo tempo, Diogo Jota derrubou Giménez na área e o árbitro marcou o pênalti.
Chamado pelo VAR, Daniel Siebert reviu o lance na beira do campo, mudou de ideia e desmarcou a penalidade.

Milan perde para o Porto

O Milan visitou o Porto pela terceira rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões. A partida terminou em 1 a 0 para os portugueses com gol de Luis Díaz. O colombiano balançou as redes no segundo tempo e deu aos comandados de Sérgio Conceição a primeira vitória no torneio.

Com a derrota, o Milan segue na lanterna do torneio sem nenhuma vitória.