PUBLICIDADE
Topo

Libertadores - 2021

Quem ganha vaga direta na Libertadores 2022 com um G9 no Brasileirão

Taça mais cobiçada do continente será de Flamengo ou Palmeiras, mas já tem muito time pensando na edição de 2022 - Divulgação/Conmebol
Taça mais cobiçada do continente será de Flamengo ou Palmeiras, mas já tem muito time pensando na edição de 2022 Imagem: Divulgação/Conmebol

Do UOL, em São Paulo

05/10/2021 04h00Atualizada em 05/10/2021 10h28

Classificação e Jogos

A profusão de vagas garantidas a times brasileiros na próxima Copa Libertadores pode causar confusão: afinal, quais destas vagas são diretas à fase de grupos? E se um time só se classificar por duas vias, digamos por Copa do Brasil e Brasileirão, quem herda uma das vagas? O UOL Esporte responde esta e outras dúvidas abaixo.

Quantos times brasileiros vão para a Libertadores 2022?

Nove, o que só é possível porque os campeões da Libertadores 2021 e da Sul-Americana 2021 serão times brasileiros. Estarão na Libertadores 2022 os dois campeões dos torneios da Conmebol, o vencedor da Copa do Brasil e outros seis times, esses via Brasileirão.

Se são nove vagas, o G9 do Brasileirão está garantido?

Não. O número de vagas via Brasileirão depende dos campeões dos mata-matas (Libertadores 2021, Sul-Americana e Copa do Brasil). O G6 só vira G7, G8 ou até G9 se um ou mais campeões destes torneios terminarem o Brasileirão entre os seis primeiros (ou um time ganhar mais de uma taça).

Por exemplo: se o campeão da Libertadores (Flamengo ou Palmeiras) em 27 de novembro terminar o Brasileirão entre os seis primeiros, o 7º colocado ganha uma vaga nas fases preliminares da Libertadores 2022. Esse é um dos casos em que o G6 vira G7.

O mesmo exemplo vale para quem vencer a Sul-Americana (Athletico e Red Bull Bragantino) ou a Copa do Brasil. Se as três coisas acontecerem (os três campeões no G6), aí, sim, o 8º e o 9º do Brasileirão herdam vaga nas fases preliminares da Libertadores 2022.

Quais vagas são diretas na fase de grupos?

São sete vagas diretas e duas nas fases preliminares. Entre as diretas, duas vêm da Conmebol (para os campeões da Libertadores 2021 e da Sul-Americana) e as outras cinco são da CBF, como acontece todo ano: uma é do campeão da Copa do Brasil e quatro ficam para os quatro primeiros times do Brasileirão que ainda não tiverem garantido suas vagas por outros meios.

Este último trecho é importante: a depender da colocação dos campeões dos mata-matas, até o 7º colocado do Brasileirão pode herdar uma vaga direta na próxima Libertadores.

Digamos, por exemplo, que os campeões da Copa do Brasil, Libertadores 2021 e Sul-Americana terminem o Brasileirão no primeiro, segundo e terceiro lugares. Neste caso, os "quatro primeiros times do Brasileirão que ainda não tiverem garantido suas vagas por outros meios" seriam o 4º, o 5º, o 6º e o 7º. Ainda neste cenário, o 8º e o 9º teriam vagas indiretas.

Se um clube se classifica por duas vias, a vaga é direta ou indireta?

Direta, pois os títulos sempre dão vagas diretas (seja da Copa do Brasil, da Sul-Americana ou da Libertadores). O regulamento do Brasileirão deste ano, artigo 6º, parágrafo 1º, prevê que:

"Caso um clube obtenha acesso à Libertadores de 2022 por meio de uma das duas competições continentais (Libertadores de 2021 ou Sul-Americana de 2021) e também por intermédio de uma das competições nacionais (Brasileirão ou Copa do Brasil de 2021), este clube ocupará a vaga destinada à Conmebol, com a vaga oriunda do Brasileirão ou da Copa do Brasil, conforme o caso, sendo repassada ao clube melhor colocado no Brasileirão, excluídos os clubes já classificados."

Também o parágrafo 2º do mesmo artigo:

"Caso um clube obtenha acesso à Libertadores de 2022 através da Copa do Brasil e também por intermédio do Brasileirão, este clube ocupará a vaga destinada à Copa do Brasil, com a vaga oriunda do Brasileirão sendo repassada ao clube melhor colocado no Brasileirão, excluídos os clubes já classificados."

O vice da Copa do Brasil não se classifica?

Não. O regulamento prevê que as vagas que "sobrem" sejam repassadas no Brasileirão, não na Copa do Brasil. Desta forma, o vice-campeão do mata-mata nacional só se classifica à próxima Libertadores se conseguir sua vaga por outras competições. A Copa do Brasil está nas semifinais, com Atlético-MG, Athletico, Flamengo e Fortaleza ainda na briga. Destes quatro, o Athletico também joga a Sul-Americana, e o Flamengo, a Libertadores.

Quando isso tudo será definido?

Só mesmo quando o Brasileirão terminar. A primeira das finais que interessam para a definição é a da Sul-Americana, em 20 de novembro, quando Athletico e Bragantino disputam o título. Em 27 de novembro é a vez da decisão da Libertadores entre Flamengo e Palmeiras, enquanto a final da Copa do Brasil é a última, em 5 de dezembro. Se a tabela atual for mantida, a última rodada do Brasileirão é jogada quatro dias depois, em 9 de dezembro.