PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Velloso critica postura de Abel no Palmeiras e elogia Atlético-MG de Cuca

Velloso atuou por Palmeiras e Atlético-MG e hoje atua como comentarista no programa Os Donos da Bola - Reprodução
Velloso atuou por Palmeiras e Atlético-MG e hoje atua como comentarista no programa Os Donos da Bola Imagem: Reprodução

Diego Iwata e Henrique André

Do UOL, em São Paulo e Belo Horizonte

28/09/2021 12h00

Com a camisa do Atlético-MG, mandante do segundo jogo da semifinal da Libertadores, o ex-goleiro Velloso fez 231 partidas e cumpriu bem a missão de ser o substituto do tetracampeão mundial Taffarel, de 2000 a 2004. Pelo Palmeiras, foram 458 confrontos realizados e vários canecos levantados, o que fez dele ídolo no Alviverde. Os dois clubes decidem hoje (28), às 21h30, no Mineirão, a vaga na decisão do torneio continental.

Aos 53 anos e atuando como comentarista da Band, Velloso aponta o Galo como favorito para avançar à grande decisão da América, mas acredita num jogo bastante equilibrado no Gigante da Pampulha.

"Vejo um confronto de equilíbrio. O único fator que desequilibra, na minha opinião, é o Abel [Ferreira]. Ele vem mudando demais. O Cuca tem uma base forte, um time muito experiente, como jogadores como Hulk e Nacho. Perdeu o Diego [Costa], mas, mesmo assim, o time já vinha jogando desta forma. O Abel, infelizmente, não consegue determinar uma base no Palmeiras. Mesmo quando ele acerta na escalação, o time não tem entrosamento, porque é mudado em todos os jogos. Isso nunca foi bom, mesmo com um time de qualidade", destacou o ex-goleiro ao UOL Esporte.

Velloso, ex-goleiro, hoje é comentarista da Band - Reprodução/Band - Reprodução/Band
Velloso, ex-goleiro, hoje é comentarista da Band
Imagem: Reprodução/Band

"Jorge Jesus passou por aqui e deu a receita, mas parece que ninguém aprendeu. Nem o Abel que é compatriota. Vejo o Atlético com favoritismo, pela campanha, é líder do Brasileiro e vem num momento de invencibilidade. Além de tudo, ganhou reforço do torcedor que é algo que não pode se desprezar, principalmente tratando da torcida do Atlético, que conheço muito bem. O Galo é, sem dúvida nenhuma, o favorito para se classificar para a final contra o Flamengo", acrescentou.

Perguntado sobre o duelo entre os goleiros Weverton e Everson, Velloso vê o camisa 21 alviverde em momento mais consolidado.

"São dois goleiros da seleção. Tite chamou os dois recentemente [à seleção brasileira]. Vejo o Weverton um pouco mais à frente do Everson, pois ganhou uma experiência muito boa nos últimos campeonatos, nas conquistas com o Palmeiras. Ele está num momento muito bom, de confiança, e também tem a confiança do treinador da seleção. Mas são dois goleiros, de altíssimo nível, e que podem ajudar as duas equipes neste confronto", finalizou.

Futebol