PUBLICIDADE
Topo

Cruzeiro

Cruzeiro x CSA termina em confusão, PM usa spray de pimenta e gera revolta

Do UOL, em Belo Horizonte

26/09/2021 18h25

Classificação e Jogos

A primeira derrota do Cruzeiro sob o comando do técnico Vanderlei Luxemburgo evidenciou que os nervos estão à flor da pele na Raposa. Após perder por 2 a 1 de virada do CSA, no estádio Independência, jogadores do time celeste entraram em conflito com atletas da equipe alagoana. A confusão precisou de intervenção da Polícia Militar, que acirrou ainda mais os ânimos de todos os envolvidos.

Logo depois do apito final do árbitro Flávio Rodrigues de Souza, o volante cruzeirense Adriano saiu correndo atrás de Cristovam e, na porta do vestiário dos visitantes no Horto. A partir daí, veio o tumulto. A Polícia Militar fez o uso de spray de pimenta para dispersar os brigões. Isso aumentou ainda mais as proporções do conflito, já que o efeito do gás fez jogadores e todos que estavam envolvidos no jogo, comissão técnica e jornalistas, sentirem os efeitos com tosse, falta de ar e olhos ardendo.

O goleiro Fábio e o meio-campista Giovanni Piccolomo, do Cruzeiro, reclamaram bastante. O meia precisou ser contido por seguranças tamanha a indignação.

A emissora de TV que detém os direitos de transmissão do Campeonato Brasileiro da Série B estava na porta do vestiário cruzeirense e tentou registrar algumas cenas. No entanto, Matheus Pereira e Thiago, ambos jogadores do Cruzeiro, colocaram a mão na câmera impedindo que imagens fossem gravadas.

Sem entrevistas dos atletas da Raposa no pós-jogo, o único a falar foi o autor do gol da virada, Iury Castilho, que provocou o adversário citando o episódio "Fala, Zezé".

"Estava chegando perto do vestiário, aconteceu a confusão do rapaz do Cruzeiro, não sei o nome dele [Adriano], provocou o jogo todo. Ai, acabou o jogo aqui, acho que o Cristovam foi falar com ele, provocou também, o que é normal do futebol, ele quis partir para a agressão, aí deu no que deu. A polícia também quis separar de uma forma errada, jogando spray de pimenta, todo mundo passando mal", reclamou.

Depois de toda a confusão, o perfil do CSA nas redes sociais ainda provocou mais usando a letra de um funk: "Ah, que isso, elas estão descontroladas".

Cruzeiro