PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Perfil humano e consciência social: Imprensa argentina exalta Richarlison

Richarlison comemora gol na partida da seleção brasileira contra a Arábia Saudita pelas Olimpíadas - Lucas Figueiredo/CBF
Richarlison comemora gol na partida da seleção brasileira contra a Arábia Saudita pelas Olimpíadas Imagem: Lucas Figueiredo/CBF

17/09/2021 20h04

"Por que no Brasil gostam tanto de Richarlison?" Pergunta o Olé, principal jornal esportivo da Argentina, em um artigo que enumera os motivos da identificação do torcedor brasileiro com o atacante do Everton, da Inglaterra e da seleção brasileira.

Apesar de constantemente provocar os próprios argentinos, a imprensa "hermana" exaltou a consciência social e o perfil humano do jogador.
O jornal destacou o carinho dos torcedores com o Pombo nas redes sociais, colocando sua história de vida e posicionamentos, frequentes no Twitter, como um dos muitos motivos da identificação. "Eles o amam muito. Existem várias razões. Uma é a sua origem, semelhante à de vários jogadores de futebol de sucesso, de muitas limitações financeiras. É uma pessoa com muita consciência social, o que se demonstra nas suas atitudes solidárias", diz a publicação assinada por Juan Pablo Mendez.

De fato, o engajamento de Richarlison em causas sociais se destaca dentro a classe de atletas, principalmente no futebol. É embaixador da USP, responsável por convocar personalidades e empresas para fazerem doações. Além disso, o jogador frequentemente faz postagens alertando para a importância da vacinação, cuidado com o meio ambiente e também usa sua influência para protestar em situações de racismo e, claro, brinca com os fãs e até outras personalidades.

"Na Inglaterra, ele foi premiado por sua atividade de caridade pela Professional Players Association. Ainda durante o a pandemia, ele doou suprimentos para os moradores de Nova Venecia, sua cidade natal, que incluíam alimentos e itens de higiene e até limpeza da casa. Em relação à educação, quando foi premiado por um órgão legislativo, pediu ajuda para que estudantes brasileiros pudessem participar das Olimpíadas de Matemática", destacou o jornal.

O periódico, apesar de elogiar o jogador, lembra que ele costuma provocar os jogadores argentinos, em confrontos e nas redes sociais. "Ele é um personagem muito valorizado pela imprensa, mas não por suas provocações na Argentina, onde teve confrontos com De Paul e até Di María respondeu um comentário. Seu carisma é o fator determinante", afirma.

Pela seleção brasileira, Richarlison conquistou a Copa América de 2019, marcando um dos gols na final contra o Peru, que o Brasil venceu por 3 a 1. Além disso, o jogador de 24 anos voltou do Tóquio com o ouro olímpico, sendo o camisa 10 e terminando a competição como artilheiro dos Jogos Olímpicos, com 5 gols.

O Pombo soma 32 jogos, 10 gols e três assistências com a camisa da seleção brasileira principal e é um dos nomes com boas chances de estar na lista dos 23 para a Copa do Catar, em 2022.

Futebol