PUBLICIDADE
Topo

Cruzeiro

Efeito Luxa: atletas citam 'tranquilidade, paz e empenho pelo Cruzeiro'

Jogadores da Raposa vivem bom momento e querem ampliar sequência positiva com Vanderlei Luxemburgo - Bruno Haddad/Cruzeiro
Jogadores da Raposa vivem bom momento e querem ampliar sequência positiva com Vanderlei Luxemburgo Imagem: Bruno Haddad/Cruzeiro

Guilherme Piu

Do UOL, em Belo Horizonte

28/08/2021 04h00

Classificação e Jogos

A chegada de Vanderlei Luxemburgo ao Cruzeiro deu uma nova cara ao time celeste, que nos últimos jogos conseguiu mudar um pouco sua direção em busca de melhores resultados na Série B do Campeonato Brasileiro. A Raposa está invicta há sete partidas, cinco dessas sob o comando de Luxa, e os atletas já sentem os impactos positivos pela troca de treinador. A presença de Luxemburgo na Toca II está prestes a completar 30 dias, mas os efeitos pelo retorno do técnico já são sentidos pelos jogadores.

"As coisas começaram a se encaixar. Elas demoraram um pouco, mas estão se encaixando. A gente sabe das dificuldades do clube, do momento que o clube está passando, e temos que nos superar a cada dia, tirar forças que temos e não temos para que possamos tornar as coisas mais fáceis. Com a chegada do professor Luxemburgo, não preciso nem comentar, só olhar os números dele e ver a grande melhora que tivemos em todos os sentidos", disse o volante Rômulo.

Clima melhor

Luxemburgo foi anunciado como novo treinador do Cruzeiro — substituindo Mozart — no dia 3 de agosto. Desde então a Raposa acumula três vitórias [Brusque, Náutico e Confiança] e dois empates [Vitória e Sampaio Corrêa], somando aproveitamento de quase 74%. Apesar dos bons números atuais a situação do clube na tabela ainda é complicada: 14º lugar com 24 pontos, nove distante do G4,.

"O que ele conseguiu mostrar é que o clima tem que estar bom, tem que estar leve, futebol é assim. Se for uma pressão, o clima pesado, as coisas não andam. É muito mérito dele esse clima, dos resultados, não ter perdido, estar com duas vitórias [seguidas], tudo ajuda. Mas, principalmente, a pessoa Luxemburgo, a paz, a tranquilidade para trabalhar, para jogar futebol que ele trouxe, é mérito dele, pela presença dele como pessoa, e o tamanho do nome Luxemburgo no cenário nacional", exaltou o zagueiro Eduardo Brock.

Exigências do treinador

Para acertar com o Cruzeiro, Luxemburgo exigiu mudança de postura da diretoria do clube. Principalmente, com a questão relacionada aos salários. Luxa pediu comprometimento dos dirigentes no pagamento em dia tanto para atletas quanto funcionários administrativos.

"Ele veio brigando muito pelos jogadores, funcionários para que os compromissos sejam colocados em dia. Isso dá uma segurança maior para todos os funcionários e os que pertencem à família Cruzeiro. E está dando certo", ressaltou Rômulo, que fez elogios ao técnico.

"Um treinador que ganhou quase 50 títulos na carreira, ele tem uma bagagem muito forte, autoridade muito expressiva para passar para todos nós jogadores, e as coisas estão acontecendo. A gente sabe que o caminho ainda é muito longo. Perdemos muitos pontos no decorrer das primeiras rodadas e teremos que dar um gás total para recuperar os pontos, e buscar o acesso, que é o objetivo de todos. Ele só fala nisso e tem passado essa mensagem para todos nós. Dentro do grupo, do vestiário não se fala em outra coisa, a não ser não lutar com todas as forças para conseguir o acesso", explicou.

Efeito Luxa

O zagueiro Eduardo Brock é um jogador com rodagem no futebol. Com seus 30 anos, o defensor fez uma análise do que a presença do treinador tem causado no clube.

"Primeiro, que dispensa elogios ao Luxemburgo, pela história dele como profissional e como pessoa. O Brasil todo sabe, não preciso falar qual a história e o tamanho da positividade que ele trouxe para nós vindo para cá. Mesmo com a positividade vinda dele, uma pessoa gigante com um nome gigante, a pressão veio também, a responsabilidade veio também. Isso ele cobra muito de nós, pois todos os jogadores que estão aqui têm a responsabilidade de levar o Cruzeiro à Série A. Todos têm que assumir essa responsabilidade", frisou.

O próximo compromisso do Cruzeiro é contra o CRB, no domingo (29), às 16h, pela 20ª rodada da Série B do Brasileirão.

"Até mesmo no momento de enfrentar os adversários, que sabem que aqui está havendo crescimento, têm o entendimento do tamanho do Cruzeiro, de onde o clube precisa chegar, que é lá na zona de classificação à Série A. Estamos em busca disso, estamos contentes que os resultados estão acontecendo, mas temos muito caminho para trilhar, cabeça tranquila para atingirmos esse objetivo", concluiu Brock.

Cruzeiro