PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Inter vive nova sequência sem vitórias e já volta a jogar sob pressão

RAUL PEREIRA/FOTOARENA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO
Imagem: RAUL PEREIRA/FOTOARENA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

03/08/2021 04h00

O Internacional já está, de novo, em meio a uma série de jogos sem vitória. O empate diante do Cuiabá, no sábado (31), fez o time chegar a três partidas seguidas sem ganhar e empurrou o clube para um novo clima de pressão. Nos últimos dez compromissos, a equipe venceu somente uma partida e assim aumentou a tensão no estádio Beira-Rio.

A vitória mais recente do Inter foi contra o Juventude, na 12ª rodada do Brasileirão.

A turbulência de agora já fez a primeira vítima. Na segunda-feira à noite, João Patrício Herrmann entregou o cargo de vice de futebol. A função passa a ser acumulada, temporariamente, pelo presidente Alessandro Barcelos.

Herrmann estava no cargo desde o início da temporada. Ele fez parte da gestão passada, assim como Barcelos, mas assumiu a função política no vestiário depois de Miguel Ángel Ramírez acertar contrato. Ao longo dos últimos meses, o vice de futebol foi criticado pela condução do departamento — em virtude de contratações e principalmente chegadas e saídas dos treinadores Abel Braga e do próprio espanhol.

Antes do jogo contra o Cuiabá, o estádio Beira-Rio foi palco de protesto de torcedores do Inter. Faixas contra Herrmann e o elenco foram abertas nas arquibancadas.

Nos corredores do Internacional, a campanha atual preocupa. O rendimento do time em campo e a instabilidade fora dele são os fatores para causar dor de cabeça. Diego Aguirre, no cargo há 11 jogos, não é citado como um dos responsáveis pelo momento, mas as críticas ao elenco têm sido fortes.

Nas dez partidas mais recentes, o Internacional enfrentou América-MG, Palmeiras, Corinthians, São Paulo, Grêmio, Olimpia, Juventude, Olimpia, Athletico-PR e Cuiabá. Perdeu para Palmeiras, São Paulo e Athletico-PR, mas ainda foi eliminado da Copa Libertadores, nos pênaltis, no duelo com o Olimpia-PAR.

O Inter volta a campo diante do Flamengo, no domingo (8), no Rio de Janeiro.

Futebol