PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Athletico-PR vence Atlético-GO em casa e abre vantagem na Copa do Brasil

Do UOL, em São Paulo

28/07/2021 18h24

Athletico-PR e Atlético-GO se enfrentaram nesta quarta-feira na Arena da Baixada, em partida válida pelas oitavas de final da Copa do Brasil e a vitória por 2 a 1 foi do time paranaense, que contou com uma ótima atuação do meia uruguaio Terans.

As duas equipes continuarão a briga pela vaga para as quartas na partida de volta, que acontece na próxima quarta-feira, dia 04 de agosto, às 19h15 (de Brasília), no estádio Antônio Accioly, em Goiânia.

Antes disso os dois times terão compromissos no domingo (01) pelo Campeonato Brasileiro da Série A. O CAP encara fora de casa o Atlético-MG enquanto o Dragão receberá o América-MG.

Santos em Tóquio

Vale destacar que quem defendeu a meta do Athletico-PR foi Bento, já que Santos, goleiro titular da equipe paranaense, está em Tóquio, no Japão, participando dos Jogos Olímpicos com a Seleção Brasileira Sub-23.

Quem foi bem: Terans

O primeiro tempo não foi dos melhores, mas Terans cresceu na segunda etapa e foi preciso ao aproveitar cruzamento de Marcinho e abrir o placar logo no primeiro minuto Depois, acertou bom chute para marcar o segundo gol dos mandantes.

Quem foi mal: Renato Kayzer

O atacante do clube paranaense pouco apareceu na partida e teve dificuldades em sair da forte marcação da dupla de zaga do Dragão. Quando teve chances, desperdiçou chutando para fora ou sendo travado pelos defensores adversários.

Atuação do Athletico-PR

A formação inicial da equipe paranaense passava a ideia de um time ofensivo e que iria "sufocar" o adversário, porém a forte marcação impediu os mandantes de explorarem os espaços.

O escape era inverter a bola e tentar finalizar a partir de bolas aéreas, buscando quase sempre o centroavante Renato Kayzer. A estratégia deu certa, sendo desta forma que saíram os dois gols do CAP.

Atuação do Atlético-GO

O retrospecto em casa do Athletico-PR é muito favorável e por isso o Dragão sabia que terminar a partida com um empate seria um grande resultado. Logo, o técnico Eduardo Barroca montou uma equipe com marcação forte no meio-campo e que dificultasse as saídas do adversário pelas beiradas.

O problema estava nas bolas aéreas, seja pelo lado direito como pelo esquerdo: foi desse jeito que saiu o gol do Furacão. A postura mudou depois disso e o Atlético-GO ficou mais ofensivo, empatando com o atacante Zé Roberto, que não fazia boa partida. Uma bobeira na defesa, entretanto, selou a derrota para a equipe visitante.

História do jogo

Os primeiros 20 minutos de jogo foram de muita movimentação dos dois times, com transições rápidas da defesa para o ataque. O que sobrava de intensidade faltava, porém, em tranquilidade, principalmente quando a bola chegava perto da área adversária.

Essa foi a tendência de todo o primeiro tempo e, como consequência, ambas as equipes foram para os vestiários com o placar zerado e com poucas chances reais de abrir o marcador na Arena da Baixada.

O segundo tempo começou de uma maneira totalmente diferente já, que logo no primeiro minuto, o Furacão foi rápido e inteligente com Marcinho. Ele aproveitou espaço pelo lado direito do campo e cruzou na cabeça de Terans, que deslocou o goleiro Fernando Miguel e abriu o placar a favor dos mandantes.

O gol mudou a postura do Atlético-GO, que a partir disso avançou suas linhas e foi "obrigado" a ir mais para o ataque. Depois de algumas chances desperdiçadas, o Dragão empatou com Zé Roberto, que bateu forte após cruzamento para dentro da área.

Foi a vez dos mandantes irem para cima e a investida teve sucesso, novamente com Terans, que aproveitou cruzamento para dentro da área para acertar chute preciso sobre o goleiro do Atlético-GO.

FICHA TÉCNICA
ATHLETICO-PR 2 X 1 ATLÉTICO-GO

Competição: jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil
Data: 28/07/2021
Hora: 16h30 (de Brasília)
Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Árbitro: Anderson Daronco (FIFA-RS)
Assistentes: Rafael da Silva Alves (FIFA-RS) e Michael Stanislau (RS)
VAR: Carlos Eduardo Nunes Braga (RJ)
Cartões amarelos: Vitinho e Christian (Athletico-PR); Arthur Gomes e Willian Maranhão (Atlético-GO)
Gols: Terans ao 01, Zé Roberto aos 25 e Terans aos 39 do segundo tempo

Athletico-PR: Bento; Marcinho (Khellven), Pedro Henrique, Thiago Heleno e Nicolas; Richard (Erick), Cittadini, Terans (Zé Ivaldo) e Nikão; Vitinho e Kayzer (Carlos Eduardo). Técnico: António Oliveira

Atlético-GO: Fernando Miguel; Dudu, Oliveira, Éder e Natanael; Willian Maranhão, Gabriel Baralhas e Ronald (Jonas Toró); Arthur Gomes (Lucão), Janderson (André Luís) e Zé Roberto (Arnaldo). Técnico: Eduardo Barroca

Futebol