PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Renato Gaúcho celebra jogadores recuperados em início 100% no Flamengo

Renato Gaúcho diz que conversa é a maneira de recuperar jogadores do Fla - Alexandre Vidal / Flamengo
Renato Gaúcho diz que conversa é a maneira de recuperar jogadores do Fla Imagem: Alexandre Vidal / Flamengo

Do UOL, em São Paulo

22/07/2021 00h52

A chegada de Renato Gaúcho ao comando do Flamengo serviu como um divisor de águas para alguns jogadores. Acostumados com as críticas que sofreram da torcida na temporada passada, Michael e Vitinho mostraram que podem ser importantes no elenco rubro-negro com gols decisivos neste início de gestão.

Após a goleada sobre o Defensa y Justicia por 4 a 1, hoje (21), no estádio Mané Garrincha, Renato Gaúcho declarou que vem aproveitando o pouco tempo com o grupo para trabalhar a confiança de todos os jogadores.

"Alguns jogadores estavam sendo criticados, não tinham caído nas graças da torcida, principalmente o Michael e o Vitinho. É importante o treinador conversar com eles e entender o que está acontecendo. É papel do treinador ver se algum jogador está se sentindo mal em alguma posição ou se de repente não está com aquela confiança toda", comentou Renato, que tem 100% de aproveitamento em três partidas.

Em sua estreia, Michael foi o jogador decisivo ao marcar o gol da vitória sobre o Defensa y Justicia, na Argentina. Na sequência, foi a vez de Vitinho brilhar. Ele marcou uma vez na goleada sobre o Bahia por 5 a 0 e anotou mais dois gols hoje, na partida de volta contra os argentinos.

"Não costumo conversar apenas com os titulares. Tenho um grupo, até porque o treinador precisa de todos. Estamos no meio de três competições difíceis: Libertadores, Brasileiro e Copa do Brasil. É importante que todo mundo esteja pronto porque vai ter espaço e oportunidade. Fico feliz pelos jogadores que têm entrado bem. Isso é importante. Estar preparado para, quando o treinador chamar, dar conta do recado."

Renato também foi questionado sobre a saída de bola do Flamengo. O Rubro-negro levou um gol em uma falha de Diego Alves ao dar um chutão. O goleiro recebeu uma bola recuada por Diego, mas "quebrou" em cima de um atacante adversário e viu a bola entrar em seu gol. No momento, era o gol de empate do Defensa.

"Acho que é importante ter a saída de bola e dou essa liberdade porque temos muita qualidade. A pergunta é feita porque tomamos um gol assim, mas uma equipe que tem essa qualidade não pode ficar dando chutão. A ordem é: deu para sair jogando, sai jogando. Não deu, quebra lá na frente. Não é para arriscar, cabe a eles decidirem na hora", ensinou. "Não é porque tomamos gol dessa maneira que vamos tirar a confiança da saída de bola porque esse é um ponto forte."

Renato também precisou falar do bom momento vivido pelo Flamengo. Mas apesar do bom desempenho nos três jogos sob seu comando, preferiu deixar os ânimos não tão exaltados. "É cedo para falar de brigar pelas três competições, vamos degrau a degrau. Vamos trabalhar dia a dia para ir chegando e conquistando. O mais importante é que conseguimos o objetivo de passar de fase. Agora vamos pensar em Brasileiro e depois em Copa do Brasil.

Classificado para as quartas de final, o Flamengo espera seu próximo adversário da Libertadores que vai sair do duelo entre Internacional e Olimpia. O Colorado encara os paraguaios nesta quinta (22), precisando de uma vitória simples para avançar. Enquanto isso, o Rubro-negro já começa a se preparar para a próxima rodada do Brasileirão. No domingo (25), a equipe de Renato Gaúcho encara o São Paulo no Maracanã.

Futebol