PUBLICIDADE
Topo

Cruzeiro

Cruzeiro definha na Série B e faz péssima campanha em casa desde 2020

Serrato, do Avaí, comemora gol contra o Cruzeiro, pela Série B do Campeonato Brasileiro - FERNANDO MORENO/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDO
Serrato, do Avaí, comemora gol contra o Cruzeiro, pela Série B do Campeonato Brasileiro Imagem: FERNANDO MORENO/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDO

Guilherme Piu

Do UOL, em Belo Horizonte

18/07/2021 04h00

Classificação e Jogos

Nem mesmo os 42 jogadores contratados e os cinco técnicos — além de um interino — que passaram pelo clube do ano passado até agora [Enderson Moreira, Ney Franco, Felipão, Felipe Conceição, Mozart e o interino Célio Lúcio] resultaram em melhora do Cruzeiro na Série B do Campeonato Brasileiro desde a estreia celeste na competição, em 2020. Depois de levar uma surra do Avaí no Mineirão, ontem (17), e perder por 3 a 0, a Raposa não só se distanciou do G-4 e se aproximou da zona de rebaixamento, mas, também, aumentou uma estatística negativa: é o penúltimo colocado no quesito aproveitamento em casa nesta edição do torneio.

Em seis jogos realizados em Belo Horizonte até aqui o Cruzeiro venceu apenas um [Vasco], perdeu dois [CRB e Avaí] e empatou outros três [Goiás, Guarani, Coritiba], somando só 33,3% de aproveitamento. Estatística que não melhora desde o ano passado.

Na Série B de 2020 o Cruzeiro também passou maus-bocados nas partidas que fez no Mineirão e no Independência. O clube celeste foi apenas o 16º colocado na pontuação geral levando-se em conta apenas os jogos em seus domínios. Foi melhor só que os rebaixados Figueirense, Paraná, Botafogo-SP e Oeste. Foram 19 jogos, seis vitórias, sete empates e seis derrotas, o que representou aproveitamento de 43,9%.

Somando os números de 2020 e 2021 até aqui, o clube celeste realizou 25 jogos em Belo Horizonte na Segunda Divisão, com sete vitórias, dez empates e oito derrotas — 41,33% de aproveitamento.

50 rodadas sem passar pelo G-4

A derrota para o Avaí impôs ainda ao Cruzeiro uma outra marca muito negativa. O clube completou 50 rodadas disputadas na Série B do Campeonato Brasileiro e em nenhuma oportunidade figurou no G-4 da competição. A melhor posição que o clube alcançou foi uma 10ª posição no ano passado.

Pior defesa da Série B

E as estatísticas negativas se empilham no Cruzeiro. Em 2021 o time apresenta a pior defesa da Série B. Foram 22 gols sofridos em 12 jogos, com média de quase dois por partida [1,83 gol sofrido de média na competição].

Cruzeiro