PUBLICIDADE
Topo

Cruzeiro

Cruzeiro e Coritiba ficam apenas no empate em jogo fraco no Mineirão

Jogo truncado e ruim, assim foi o encontro entre Cruzeiro e Coritiba no Mineirão, em Belo Horizonte - Divulgação/Mineirão
Jogo truncado e ruim, assim foi o encontro entre Cruzeiro e Coritiba no Mineirão, em Belo Horizonte Imagem: Divulgação/Mineirão

Do UOL, em Belo Horizonte

06/07/2021 20h52

Classificação e Jogos

Cruzeiro e Coritiba não saíram do empate em jogo ruim na noite de hoje (6), no Mineirão, e ficaram no 0 a 0, na 10ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. O resultado não ajuda em nada a Raposa, que segue na parte de baixo da tabela. Já o Coxa Branca teve interrompida sua sequência de vitórias, uma vez que a equipe tinha cinco triunfos seguidos. Quase que no último lance os paranaenses fizeram o gol, mas a bola de Val acertou em cheio a trave de Fábio.

Com o empate, o time celeste fica com 10 pontos e na 13ª posição. Já a equipe paranaense, que briga pela liderança, fica com 20, um a menos que o líder Náutico.

Na próxima rodada, o Cruzeiro enfrentará o Botafogo, no estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro, no sábado (10), às 16h30. O Coritiba recebe também um time carioca, o Vasco, no Couto Pereira, mas na terça-feira que vem (13), às 21h30.

O jogo

A estratégia do Coritiba foi esperar o Cruzeiro no primeiro tempo, tanto que o time celeste teve mais posse de bola (56%) em relação ao adversário. Apesar de segurar mais a posse, a Raposa ficou devendo — e muito — efetividade. Foram quatro finalizações na etapa inicial, nenhuma na meta do goleiro Wilson (três para fora e uma bloqueada pela defesa).

Na segunda etapa, o jogo melhorou um pouco, mas seguiu truncado e com disputas no meio-campo sem que as equipes conseguissem ocupar bem seus respectivos setores ofensivos. O Cruzeiro seguiu com mais posse de bola, mas com enorme dificuldade de criar oportunidades ofensivas, enquanto o Coritiba esperava um erro do adversário para dar o bote, mas também ficou só na vontade, sem ser efetivo também.

Menos piores: Fábio e Wilson

O goleiro do Cruzeiro fez defesas importantes, mesmo com poucas chegadas do Coritiba. O arqueiro do Coritiba também foi importante e garantiu pelo menos um ponto para sua equipe em partida fora de casa.

Quem foi mal: Giovanni e Léo Gamalho

Com responsabilidade de auxiliar na articulação de jogadas e transição ofensiva no Cruzeiro, Giovanni, meio-campista, foi displicente, errou passes e não cumpriu o seu papel. Já o atacante do Coritiba, Léo Gamalho, teve dificuldade com a forte marcação e não conseguiu ser perigoso como em um passado recente contra a Raposa.

Homenagem póstuma

Antes de a bola rolar no Mineirão, o Cruzeiro prestou homenagens ao presidente do Coritiba, Renato Follador, de 67 anos, que morreu no último sábado em decorrência de covid-19.

Reencontro com carrasco

O jogo Cruzeiro x Coritiba marcou o reencontro do time mineiro com o atacante Léo Gamalho, que ganhou fama de carrasco da Raposa no ano passado, ainda quando defendia o CRB. Em 2020, Gamalho fez três jogos contra a equipe estrelada e marcou quatro gols. Na noite de hoje, entretanto, não conseguiu repetir os bons números de outrora e passou em branco.

Outros encontros

Rafinha e Robinho, ambos ex-Cruzeiro, estiveram em campo e enfrentaram a Raposa, onde ganharam títulos importantes. Rafinha esteve no clube entre 2016 e 2019, já Robinho passou pela Toca II entre 2016 e 2020. Outro que reencontrou o time celeste foi o volante Willian Farias que passou por Belo Horizonte entre 2014 e 2017.

FICHA TÉCNICA

CRUZEIRO 0 X 0 CORITIBA

Motivo: 10ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro
Local: Estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data e horário: 6 de julho de 2021, às 19h (de Brasília)
Árbitro: Dyorgines Jose Padovani de Andrade (ES)
Assistentes: Fabiano da Silva Ramires (ES) e Vanderson Antonio Zanotti (ES)
Gol: -
Cartão amarelo: Giovanni, Airton, Norberto, Rômulo (CRU); Waguininho (COR)
Cartão vermelho: Não houve

CRUZEIRO: Fábio; Norberto, Ramon, Léo Santos e Jean Victor; Lucas Ventura (Flávio), Giovanni (Marcelo Moreno) e Marcinho (Thiago); Airton (Rômulo), Rafael Sóbis (Felipe Augusto) e Bruno José. Técnico: Mozart.

CORITIBA: Wilson; Natanael, Henrique, Luciano Castán e Guilherme Biro; Willian Farias, Val e Rafinha (Robinho); Waguininho, Léo Gamalho e Igor Paixão. Técnico: Gustavo Morínigo.

Cruzeiro