PUBLICIDADE
Topo

Brasileirão - 2021

América-MG bate Bahia por 4 a 3 e conquista primeira vitória no Brasileirão

Colaboração para o UOL, em Belo Horizonte

30/06/2021 20h55

Classificação e Jogos

Em jogo surpreendente, o América-MG conseguiu bater o Bahia por 4 a 3, em pleno estádio Pituaçu, na noite desta quarta (30), pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro. A equipe mineira dominou o confronto e sempre esteve à frente do placar, na sua melhor atuação no Brasileirão, apesar de uma tentativa de reação ameaçadora do Tricolor baiano no final. Os gols foram marcados por Felipe Azevedo, Juninho Valoura, Ribamar e Juninho. O Bahia descontou com Rodriguinho e Gilberto (2).

Foi a primeira vitória da equipe mineira no torneio. O resultado tirou o Coelho da zona da degola e agora o clube está em 15º, com seis pontos conquistados. O Bahia sofreu a terceira derrota no Brasileirão e, estacionado nos 11 pontos, está em sexto lugar.

O próximo compromisso do Bahia é pelo Brasileirão quando a equipe visita a Chapecoense, às 11h (de Brasília), no domingo (4). Já o América recebe o Santos, no sábado (3), às 19h.

BAHIA ASSUSTOU PRIMEIRO

O jogo começou bem disputado e sem uma equipe com claro domínio, mas a primeira chance de gol foi do Tricolor. Thaciano recebeu bola na grande área e finalizou com força, mas acertou a rede pelo lado de fora.

BLITZ AMERICANA

Logo no ataque seguinte, o América-MG fez seu gol. Juninho Valoura recuperou a bola no campo defensivo e carregou até o campo de ataque. A inversão achou Rodolfo, que cruzou rasteiro para Felipe Azevedo. O atacante do Coelho dominou com calma e finalizou, sem chances para o goleiro do Bahia, abrindo o placar. Um minuto depois, em bobeada da zaga baiana, Juninho Valoura limpou Lucas Fonseca e, dentro da área, finalizou com força, ampliando para o América-MG.

COM DIFICULDADES, BAHIA DIMINUI

Os donos da casa até tinham mais posse de bola, mas esbarravam na marcação adversária e criavam poucas chances. Na única jogada rápida que conseguiu fazer, Thaciano achou Rodriguinho que, driblou a marcação e finalizou para o gol. Em campo, o juiz até anulou o gol, mas após checagem no VAR o tento foi confirmado.

SORTE AMERICANA E MILAGRE DE CAVICHIOLI

O gol deu confiança ao time da casa que foi com tudo para o ataque. Em joga jogada pela direita, Matheus Bahia rolou para área e achou Rodriguinho, que finalizou no travessão. Na sequência do lance, Gilberto cabeceou com força e obrigou o goleiro americano a fazer uma difícil defesa. Por pouco não saiu o empate.

CHANCES DESPERDIÇADAS

O começo do segundo tempo foi marcado por uma grande chance desperdiçada pelo atacante Rodolfo, do América-MG. Em contra-ataque, o camisa 11 saiu sozinho e, frente a frente com o goleiro do Bahia, tentou finalizar cavando a bola e perdeu a oportunidade de aumentar a vantagem americana. Momentos depois, Ribamar cabeceou na trave, mas o lance foi invalidado já que o camisa 9 estava impedido.

JOGO TRAVADO

Precisando do resultado, Dado Cavalcanti mudou o time e saiu para o jogo, mas o time não conseguia criar. As mudanças feitas por Vagner Mancini deixaram o América ainda mais fechado e os donos da casa tinham bastante dificuldade em furar a defesa adversária.

TEVE GOL DO RIBAMAR!

Quando o jogo está travado no chão, a bola área é solução e foi assim que o América-MG ampliou a vantagem. Juninho Valoura levantou na área e Anderson obrigou Matheus Teixeira a fazer ótima defesa. Eduardo Bauermann tentou fazer no rebote, não conseguiu e sobrou para Ribamar, na pequena área, empurrar para o gol.

CONTRA-ATAQUE MORTAL

O Bahia atacava, mas de maneira desorganizada, e dava bastante espaço. Novamente em transição rápida, Juninho Valoura carregou a bola e apenas rolou para o xará Juninho, que tocou na saída do goleiro baiano para fazer 4 a 1 para os visitantes.

NO FINALZINHO, BAHIA FEZ PRESSÃO

Gilberto foi o responsável por dar emoção nos minutos finais da partida. Aos 47 do segundo tempo, descontou de cabeça e, no lance seguinte, ele mesmo finalizou com força dentro da área, marcando mais um, mas era o último lance da partida.

FICHA TÉCNICA

BAHIA 3 X 4 AMÉRICA-MG
Motivo: 8ª rodada do Campeonato Brasileiro
Data: 30 de junho de 2021
Horário: 19h (de Brasília)
Local: estádio do Pituaçu, em Salvador (BA)
Árbitro: Leo Simão Holanda (CE)
Assistentes: Nailton Junior de Sousa Oliveira e Cleberson do Nascimento Leite, ambos do CE
VAR: Pathrice Wallace Corrêa Maia (RJ)
Cartões Amarelos: Nino, Rodriguinho, Daniel e Rossi (BAH);
Cartões Vermelhos:
Gols: Felipe Azevedo (AME) aos 14 minutos, Juninho Valoura (AME) aos 18 e Rodriguinho (BAH) aos 35 minutos do primeiro tempo; Ribamar (AME) aos 19 minutos, Juninho (AME) aos 27 e Gilberto (BAH) aos 47 e 49 do segundo tempo.

BAHIA: Matheus Teixeira; Nino Paraíba, Lucas Fonseca, Juninho e Matheus Bahia; Patrick (Jonas), Thaciano (Maycon Douglas) e Daniel (Thonny Anderson); Rodriguinho (Óscar Ruiz), Rossi e Gilberto. Técnico: Dado Cavalcanti.

AMÉRICA-MG: Matheus Cavichioli; Eduardo, Eduardo Bauermann, Anderson e João Paulo (Bruno Nazário); Zé Ricardo, Juninho Valoura (Alê) e Marcelo Toscano (Juninho); Felipe Azevedo (Sabino), Rodolfo (Alan Ruschel) e Ribamar. Técnico: Vagner Mancini.