PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Inter não dá prazo para anunciar novo treinador, mas diz: "Temos uma linha"

Divulgação
Imagem: Divulgação

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

16/06/2021 22h52

O Internacional não deve anunciar em breve um novo treinador. Hoje (16), depois de levar 1 a 0 do Atlético-MG, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro, a diretoria se manifestou e tratou de não dar prazo para conclusão das tratativas. Paulo Bracks, executivo de futebol, sequer admitiu os nomes analisados pela cúpula. O profissional, no entanto, reconheceu que o clube definiu um perfil para ocupar o cargo deixado por Miguel Ángel Ramírez.

Ramírez foi demitido na sexta-feira. Até aqui, o Inter sondou os nomes de Diego Aguirre e Marco Silva, ambos desempregados. O português tem oferta do Fenerbahce, da Turquia.

"O prazo vai ser aquele que a gente entender como necessário para decisão firme, coerente, responsável. E que tanto o CG (Conselho de Gestão) quanto o departamento de futebol, vão definir. Esse é o prazo do clube. A gente está trabalhando nisso (...) Vamos analisar com muita não vou dizer calma, mas paciência e firmeza para tomar essa decisão", disse Paulo Bracks, em entrevista coletiva, no estádio Beira-Rio.

Lisca, que deixou o América-MG depois de três derrotas em três jogos do Brasileirão, foi descartado nos corredores do estádio do Inter. A busca é por um perfil com outras características. A ideia de jogo segue sendo ofensiva.

"Temos uma linha, mas obviamente a gente não pode ignorar o que a gente entende que aconteceu de equívoco e representar esses equívocos para que não voltem a acontecer. Alguns fatores obviamente vêm à mesa. Nós temos perfil, vamos analisar várias variáveis, não só a questão de modelo de jogo", declarou Bracks.

Enquanto um novo treinador não é contratado, Osmar Loss, auxiliar técnico permanente, continua como técnico interino. O próximo jogo é contra o Ceará, domingo (20).

Futebol