PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Atlético-MG faz gol no primeiro ataque, vence e amplia crise no Inter

Jeremias Wernek e Henrique André

Do UOL, em Porto Alegre e Belo Horizonte

16/06/2021 21h00

Classificação e Jogos

O Atlético-MG venceu o Internacional por 1 a 0, hoje (16), no estádio Beira-Rio. Nathan, no primeiro ataque do time visitante, decidiu o jogo válido pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro. Ao Galo, o placar significa a terceira vitória seguida. Para o Colorado, é mais uma dor de cabeça em meio à crise.

O jogo em Porto Alegre, é verdade, teve domínio alternado. Ou seja, os dois lados tiveram chances de balançar as redes. O Inter, no entanto, foi mais frágil na maior parte do tempo.

O Atlético-MG chega a nove pontos no Brasileirão. O Inter segue com quatro.

O Inter acumula três derrotas nos cinco jogos mais recentes. No estádio Beira-Rio, já são cinco partidas sem vitória.

Na próxima rodada, o Internacional recebe o Ceará e o Atlético-MG joga com a Chapecoense, em Belo Horizonte. O jogo em Porto Alegre é no domingo (20). A partida em Minas Gerais acontece no dia seguinte.

Quem foi bem: Hulk

O astro liderou o ataque do Atlético-MG durante o jogo. No primeiro lance de ataque, mostrou toda velocidade e força para avançar contra a defesa e servir a Nathan. No segundo tempo, ficou mais isolado. Ainda assim, sempre assustou os adversários.

Quem decepcionou: Thiago Galhardo

O camisa 17 do Inter teve enorme chance de gol, no segundo tempo, e desperdiçou. Depois de passe errado de Réver, Galhardo saiu cara a cara com Éverson. Tentou driblar o goleiro, perdeu tempo e a grande oportunidade. Foi sacado do jogo logo depois.

Inter perde Taison e Cuesta por lesão

Se perder em casa foi ruim, o Internacional saiu de campo com notícias adicionais que não são boas também. Taison sentiu lesão na coxa direita e foi substituído aos três minutos da etapa final. Na metade do segundo tempo, Cuesta também foi sacado por dores na região das costelas.

Nathan vai bem e supre ausência de Nacho

Provavelmente você vai ler que Nathan foi destaque pelo gol. Também. A verdade é que o meia-atacante fez um bom jogo, com dinamismo e intensidade. O desempenho preencheu (e bem) a vaga deixada por Nacho Fernández, que nem sequer ficou no banco de reservas. O argentino apresentou sintomas de gripe, mas testou negativo para covid-19. Ainda assim, ele foi sacado do jogo em Porto Alegre.

Inter entra no jogo com atraso

O Inter demorou para entrar no jogo. O time sofreu bastante nos primeiro minutos, além do gol de Nathan, com a movimentação ofensiva do Atlético-MG. Além da falta de referência para a defesa, o time da casa levou bastante tempo para encaixar Taison na criação. Na reta final do primeiro tempo, o desempenho coletivo melhorou e o duelo ficou equilibrado.

A atuação na segunda etapa foi melhor, mas por pouco tempo somando vontade, volume e profundidade. Depois de perder chances com Thiago Galhardo, Yuri Alberto e Mauricio, o time gaúcho passou a pressionar mais na base do abafa.

Atlético-MG atropela no início, mas depois...

O Galo surpreendeu o Inter ao começar o jogo com pressão. Foi com a marcação assim que o time desmontou a saída de bola com um minuto e saiu na cara do gol de Daniel. O chute certeiro de Nathan não fez o Atlético-MG tirar o pé, tanto que até 30 minutos as chances apareceram. Com base na velocidade, a equipe visitante criou oportunidades. Faltou, em todas, precisão na hora de concluir.

No segundo tempo, a defesa do Galo foi mais pressionada e sofreu. Além do passe errado de Réver, os lados foram caminho para o Inter acossar o gol de Éverson. No ataque, faltou mais profundidade para aproveitar os espaços deixados pelo adversário.

FICHA TÉCNICA
INTERNACIONAL 0 X 1 ATLÉTICO-MG

Data e hora: 16/06/2021 (quarta-feira), às 19h (horário de Brasília)
Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre
Arbitragem: Luiz Flávio de Oliveira (SP)
Auxiliares: Daniel Luis Marques (SP) e Daniel Paulo Ziolli (SP)
VAR: Héber Roberto Lopes (SC)
Cartões amarelos: Yuri Alberto, Cuesta, Danilo Fernandes (INT); Guilherme Arana (CAM)
Cartão vermelho: Cuquinha (CAM)
Gols: Nathan, a um minuto do primeiro tempo (CAM)

INTERNACIONAL: Daniel; Heitor, Zé Gabriel, Cuesta (R. Dourado) e Moisés; Johnny (Rodrigo Lindoso), Edenilson, Taison (Mauricio) e Patrick; Thiago Galhardo (Caio Vidal) e Yuri Alberto (Vinícius Mello)
Técnico: Osmar Loss (interino)

ATLÉTICO-MG: Éverson; Guga, Gabriel, Réver e Guilherme Arana; Allan (Dylan), Jair e Tchê Tchê; Hyoran (Keno), Nathan (Dodô) (Marrony) e Hulk
Técnico: Cuca

Futebol