PUBLICIDADE
Topo

Atlético-MG

Ídolo em BH, atacante Jô se despedia do Atlético-MG há exatos 6 anos

Jô e Ronaldinho Gaúcho campeões da Libertadores de 2013 pelo Atlético-MG - Bruno Cantini/Atlético-MG
Jô e Ronaldinho Gaúcho campeões da Libertadores de 2013 pelo Atlético-MG Imagem: Bruno Cantini/Atlético-MG

Henrique André

Do UOL, em Belo Horizonte

10/06/2021 04h00

Classificação e Jogos

Atualmente com 34 anos e defendendo o Corinthians, o atacante Jô nutre carinho especial pelo Atlético-MG, clube pelo qual atuou de 2012 a 2015, fazendo 127 partidas e anotando 39 gols. Hoje (10), quando o Galo entra em campo para enfrentar o Remo, pela terceira fase da Copa do Brasil, completam seis anos que o ex-companheiro de Ronaldinho Gaúcho fez o último jogo com a camisa do alvinegro de Minas Gerais.

Na ocasião, o Atlético-MG não passou de um empate por 2 a 2 com o Santos, no confronto da sétima rodada do Campeonato Brasileiro. Naquele 10 de junho de 2015, 10.536 torcedores foram até a Arena Independência, em Belo Horizonte, acompanhar a despedida do atacante pelo clube; sem festa ou homenagens, Jô só foi acionado por Levir Culpi faltando 23 minutos para o encerramento da partida.

Contratado em 2012 junto ao Internacional, o atacante de 1,89m de altura deu a volta por cima na carreira, deixou os problemas extra-campo para o passado, e se tornou ídolo da Massa Atleticana. Pelo Atlético-MG, ele foi bicampeão estadual (2013-15), campeão da Libertadores (2013), e, por fim, campeão da Recopa Sul-Americana e da Copa do Brasil, ambas em 2014. Com Jô, o Galo alcançou 63 vitórias, 36 empates e 28 derrotas.

Atlético-MG