PUBLICIDADE
Topo

Cruzeiro

Após revelar calote, Cacá entra na Justiça e cobra R$ 594 mil do Cruzeiro

Cacá quer receber quase R$ 540 mil na Justiça após calote da atual diretoria celeste - Gustavo Aleixo/Cruzeiro
Cacá quer receber quase R$ 540 mil na Justiça após calote da atual diretoria celeste Imagem: Gustavo Aleixo/Cruzeiro

Guilherme Piu

Do UOL, em Belo Horizonte

07/04/2021 12h20

Classificação e Jogos

O Cruzeiro tem mais um problema para resolver na Justiça do Trabalho e, como já era esperado, o zagueiro Cacá acionou o clube na esfera judicial para receber pendências não pagas pela atual diretoria da Raposa. O processo corre na 1ª Vara do Trabalho de Belo Horizonte e hoje (7) foi expedida notificação para o departamento jurídico celeste tomar nota da ação. A audiência virtual foi marcada para 27 de abril.

Cacá cobra, de acordo com dados da Justiça obtidos pelo UOL Esporte em parceria com o portal Deus Me Dibre, R$ 594.347,69 com base nos artigos 467 e 477 da Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT). O zagueiro aponta controvérsia sobre o pagamento de suas verbas rescisórias e pede o pagamento das diferenças apontadas no processo, bem como todas as baixas na carteira de trabalho.

Na última semana o próprio jogador revelou o calote do Cruzeiro e avisou aos torcedores que buscaria seus direitos na justiça. Até pela indicação do próprio clube, que, segundo o zagueiro, teria indicado que essa medida fosse tomada.

"Fiz um acordo com os dirigentes do Cruzeiro, que na primeira parcela do pagamento da minha venda ao Japão, eles me pagariam o que havia sido acordado. Assinamos o acordo no dia 24/02 a parcela foi paga no dia 16/03, há 20 dias aproximadamente, e não houve o pagamento. Estou indo embora para outro clube sem receber o acordado. E ainda ouvi que se quiser receber devo entrar na Justiça", completou.

O Cruzeiro rebateu a cobrança de Cacá, mas admitiu ter dívida com o jogador. Segundo dados de uma nota emitida pelo clube, o Cruzeiro fez dois pagamentos ao jogador: R$ 205.993,00 (17/2) e US$ 70 mil (R$ 385.630,00) em 23/3, mas assumiu que deve outra parte: R$ 251.443,04.

Cacá deixou o Cruzeiro com 21 anos e jogará em um clube da primeira divisão japonesa. O acordo do zagueiro com o time nipônico terá duração de quatro anos e rendeu ao Cruzeiro algo em torno de 2 milhões de dólares (R$ 10,7 milhões). O balanço patrimonial celeste do período de 2020 indicava que o clube detinha 70% dos direitos do jogador.

Cruzeiro