PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Inter: Ramírez promete escalação "mais competitiva possível" no Gre-Nal

Carlos Palacios, atacante do Inter, disputa posição no time titular para o clássico Gre-Nal - Ricardo Duarte/Inter
Carlos Palacios, atacante do Inter, disputa posição no time titular para o clássico Gre-Nal Imagem: Ricardo Duarte/Inter

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

01/04/2021 17h44

Classificação e Jogos

Miguel Ángel Ramírez evita, sempre que pode, uma expressão: "time titular". O treinador do Inter repete a todo o momento que não tem um 11 definitivo e que seguirá fazendo testes e elegendo os melhores para cada jogo. Mas, de olho no Gre-Nal deste sábado, o plano do espanhol é colocar em campo a equipe "mais competitiva possível" e já com uma "espinha dorsal" titular.

"Quando se pensa num 11 titular no início da temporada, nunca é o mesmo que acaba aquela temporada. É totalmente irreal. Temos lesões, cartões, partidas seguidas. Se temos 30 jogadores no plantel, é para alguma coisa. Vamos utilizar todos os que estiverem no melhor nível. É óbvio que há jogadores melhores do que outros, mas há altos e baixos na temporada e muitas coisas que entram no jogo", afirmou o treinador.

Até agora, poucas posições estão definidas no Inter. As dúvidas começam no gol, onde Danilo, Daniel e Lomba já atuaram. Não há indicação de quem é o dono do posto.

Na direita tudo indica que o titular é Rodinei. Na zaga, Zé Gabriel e Cuesta, e na esquerda, se voltar de lesão, atuará Moisés. Caso contrário seguirá Léo Borges.

No meio-campo, Lindoso e Dourado disputam vaga. O mesmo vale para Mauricio e Praxedes. Edenilson está confirmado. No ataque, Patrick joga pela esquerda, Caio e Palacios brigam pelo lugar na direita e Yuri Alberto é quem tem mais chances de atuar como centroavante.

"Temos altos e baixos de rendimento ao longo da temporada e pode ser que a espinha dorsal mude. Agora se encontram uns melhores do que outros e vamos escalar o time mais competitivo possível. Uma competição interna muito grande faz com que a exigência aumente. O melhor que pode acontecer com Praxedes é ter o Mauricio bem. E com o Mauricio é que o Praxedes jogue seu melhor futebol. O mesmo vale com Lindoso e Dourado. Assim se tem um time competitivo. No sábado, vamos tentar a melhor espinha dorsal, mais competitiva para este jogo. Mas não posso assegurar que será para sempre", disse.

A definição de equipe ainda partirá de uma avaliação física e da análise do adversário.

"Não decidimos ainda, falta informação. Vamos dedicar mais horas ao Grêmio, fazer uma análise profunda, e ver como nossos jogadores estarão para a partida", acrescentou Ramírez.

Inter e Grêmio jogam no sábado, às 22h15 (de Brasília), pela nona rodada do Campeonato Gaúcho.

Internacional