PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Toni Kroos revela que foi chamado de nazista após criticar Ozil

Toni Kroos em ação pelo Real Madrid - Juan Manuel Serrano Arce/Getty Images
Toni Kroos em ação pelo Real Madrid Imagem: Juan Manuel Serrano Arce/Getty Images

Colaboração para o UOL, em São Paulo

05/03/2021 14h00

Toni Kroos revelou que foi chamado de nazista por alguns internautas após a Copa do Mundo de 2018, quando criticou a forma com que Mesut Ozil anunciou que não jogaria mais pela seleção da Alemanha.

"Depois da Copa do Mundo de 2018, eu disse que não gostava da forma como Mesut Ozil se demitiu da seleção nacional e, então, eu era um nazista direto para algumas pessoas. Loiro, olhos azuis, tudo cabe para muita gente", disse ele durante uma live com Frank-Walter Steinmeier, Presidente da República Federal da Alemanha.

Após o desabafo, o meio-campista do Real Madrid disse que superou as inúmeras ofensas que recebeu e aproveitou para deixar uma reflexão sobre a forma com que as pessoas se portam nas redes sciais.

"Hoje em dia, qualquer um pode se esconder atrás de um perfil falso para insultar estranhos sem qualquer impedimento", pontuou.

Recentemente, o jogador do Fenerbahce deu uma entrevista à AFP e voltou a enfatizar que não pensa em voltar a vestir a camisa da seleção.

"Quando pego uma estrada, não dou meia volta. Desejo sucesso à seleção alemã, mas nunca mais", reforçou Ozil.

Esporte