PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Mulher de jogador russo é internada com overdose após acusá-lo de traição

Alana ao lado de Pavel, meio-campista do Rostov FC - Reprodução/Instagram/@alana_mamaeva
Alana ao lado de Pavel, meio-campista do Rostov FC Imagem: Reprodução/Instagram/@alana_mamaeva

Colaboração para o UOL, em São Paulo

05/03/2021 11h51

A russa Alana Mamaeva, 33, foi hospitalizada após acusar seu marido Pavel Mamaev, meio-campista do FC Rostov, de traí-la com outra mulher, durante um período de treinos do clube em Marbella, na Espanha.

Ela fez a denúncia no Instagram, escrevendo em uma publicação na rede social: "Em suma — meu marido começou a trapacear e achou que ninguém na Espanha saberia sobre isso". Contudo, pouco tempo depois da denúncia, Alana deu entrada em um hospital de Moscou, capital da Rússia, após relatos de que ela teria sofrido uma overdose de drogas.

A causa da internação ainda será confirmada pela polícia, que investiga o caso. Inicialmente, a mulher negou ter sido hospitalizada, postando que estava em casa "enganando um pouco o marido". Contudo, informações do jornal inglês Daily Star confirmam que ela está sob cuidados médicos, em uma condição de "gravidade média".

Alana alegou que já perdoou Pavel por uma traição, desde que se casaram, em 2013. Seis anos depois, o atleta acabou preso por uma briga com Alexander Kokorin, atacante do Zenit, na qual um funcionário público foi atacado. Na ocasião, Alana disse "tenho vergonha dele [Pavel]".

A mulher com quem Pavel estaria tendo uma relação extraconjugal, não teve a identidade divulgada, mas disse que suspeita que sua vida pode estar em risco, por conta do envolvimento com o atleta.

"Algumas pessoas estão se perguntando 'por que você dormiu com esse ou aquele'. Minha vida está sendo colocada em risco??", declarou no Instagram, acrescentando que o vínculo dela com Pavel é "muito mais forte e duradouro do que sexo".

Ela, inclusive, já contratou um advogado para processar Alana e disse que tem a intenção de colocar a russa na prisão pelas ameaçadas sofridas. Pavel optou por não comentar o caso.

Alana Mamaev é famosa na Rússia por defender vítimas de cirurgias plásticas malsucedidas. Nessa semana, ela já figurou entre os noticiários internacionais, após sair em defesa de Kirill Tereshin, o "Popeye" russo, que pode perder a capacidade motora nos braços, devido ao uso de uma substância de aumento muscular.

Futebol