PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Santos mantém contato, acordo se arrasta e Kaio Jorge pode sair de graça

Kaio Jorge durante treino do Santos no CT Rei Pelé - Ivan Storti/Santos FC
Kaio Jorge durante treino do Santos no CT Rei Pelé Imagem: Ivan Storti/Santos FC

Gabriela Brino

Colaboração para UOL, em Santos

05/03/2021 04h00

O Santos tem apenas quatro meses para solucionar a renovação de Kaio Jorge. Após julho, o atacante pode assinar um pré-contrato com qualquer clube e sair de graça, uma vez que o vínculo do atacante se encerra em 31 de dezembro. Porém, o presidente Andres Rueda, segundo apurou o UOL Esporte, tem conversas semanais com o agente do jogador para evitar essa possibilidade.

A negociação se arrasta e, mesmo que tenha esperanças para chegar a um consenso com o empresário do atleta, Giuliano Bertolucci, o mandatário do Alvinegro praiano sabe que terá dificuldades para o acerto. Tanto que afirmou que está com um "pepino nas mãos".

"Situação do Kaio também é complicada, mais um pepino para a gente descascar. Está a três ou quatro meses de entrar naquele período que ele pode assinar um pré-contrato com outro time e sair de graça, sem deixar nada para o Santos. Estamos negociando há mais de um mês com jogador e empresários para equacionar. Objetivo maior não é vender, é não perder de graça um jogador que o clube investiu, acreditou e deu espaço. É nossa prioridade. Uma vez renovado o contrato, temos que ver porque o jogador é muito visado na Europa", afirmou Rueda, em entrevista ao programa 'Baixada Esporte', da Santa Cecília TV.

O presidente santista também recordou que problemas com gestões anteriores atrapalharam as conversas iniciais. "Reclamavam muito da maneira com que foram tratados em outras gestões, com quebra de promessas. Existia uma certa desconfiança com o que seria conversado. Depois mostramos pouco a pouco que não prometeríamos nada que não poderíamos cumprir. E foi mudando", acrescentou.

Um fator que dificulta o processo de renovação é a situação financeira do clube, que vive momento muito delicado. Consequentemente, a diretoria não fará loucuras para mantê-lo no Peixe, mas jogará firme com o fato de ser clube formador.

O presidente Andres Rueda também não descarta uma futura negociação com a joia santista. Kaio é alvo do futebol europeu há algum tempo, mas ainda não recebeu proposta oficial — a multa rescisória do atleta é de 50 milhões de euros (cerca de R$ 325,4 milhões na cotação atual). Com algo concreto, o Alvinegro praiano poderia solucionar parte dos seus problemas econômicos.

Um dos destaques do Santos na temporada de 2020, principalmente na disputa da Libertadores ao fazer cinco gols no torneio continental, Kaio Jorge está se recuperando de lesão na coxa esquerda e não está à disposição do técnico Ariel Holan. O Santos volta a campo amanhã (6), quando enfrenta o São Paulo, no Morumbi, pela terceira rodada do Paulistão.

Futebol