PUBLICIDADE
Topo

Cruzeiro

Deivid explica contrato de Ariel Cabral no Cruzeiro: "consertei o acordo"

Guilherme Piu

Do UOL, em Belo Horizonte

25/02/2021 04h00

O volante Ariel Cabral finalizou o contrato de empréstimo com o Goiás e retorna ao Cruzeiro ao fim da edição 2020 do Campeonato Brasileiro, que invadiu este ano por causa da alteração de calendário pela pandemia da Covid-19, e termina hoje (25).

Com contrato na Raposa até dezembro, o argentino, segundo apurou o UOL Esporte, terá sua situação analisada com bastante critério. Há chance de o volante não ser aproveitado pelo técnico Felipe Conceição e, assim, o jogador estaria livre para encontrar um novo clube, seja por empréstimo ou negociação definitiva.

À época exercendo o cargo de diretor quando ocorreu a renovação contratual de Ariel Cabral, em agosto do ano passado, Deivid, que hoje está na função de diretor técnico no departamento de futebol, explicou o motivo da renovação do meio-campista.

"O Ariel Cabral tinha contrato de 1º de março de 2018 até 9 de agosto de 2020, com um salário três vezes maior do que ele recebe hoje. Justamente pela negociação que fiz com o próprio jogador e seu empresário, cancelamos o contrato anterior porque o Cruzeiro não tinha como arcar com o valor antigo e esticamos o vínculo até o fim de 2021, com um salário três vezes menor do que ele recebia. O Cruzeiro não paga a mais por isso. No fim das contas, o clube ainda economizou R$ 900 mil no comparativo com o contrato anterior", garantiu Deivid em entrevista ao UOL.

Cabral foi emprestado ao Goiás em outubro do ano passado, a pedido do então técnico Esmeraldino, Enderson Moreira, que havia treinado o time celeste no começo da temporada. O argentino já atuou 20 vezes com a camisa da equipe goiana.

A chegada de Ariel Cabral no Cruzeiro aconteceu em 2015 e o jogador soma até 188 jogos pelo clube. Ao lado do uruguaio De Arrascaeta, hoje no Flamengo, o volante é o estrangeiro com o maior número de partidas realizadas pela Raposa.

Cruzeiro