PUBLICIDADE
Topo

Brasileirão - 2020

Vasco x Inter: STJD acata pedido e intima CBF por vídeos e áudios do VAR

Árbitro Flávio Rodrigues analisa o árbitro de vídeo (VAR) durante o jogo entre Vasco e Internacional, em São Januário, pelo Brasileirão 2020 - Max Peixoto/Estadão Conteúdo
Árbitro Flávio Rodrigues analisa o árbitro de vídeo (VAR) durante o jogo entre Vasco e Internacional, em São Januário, pelo Brasileirão 2020 Imagem: Max Peixoto/Estadão Conteúdo

Do UOL, em São Paulo

19/02/2021 23h10

Em resposta ao pedido de anulação da partida contra o Internacional feito pelo Vasco, o presidente do STJD, Otávio Noronha, determinou que a CBF reúna em regime de urgência os vídeos e aúdios do árbitro de vídeo de toda a partida.

O conteúdo deve ser enviado para o Tribunal para que Noronha decida sobre o cancelamento ou não da partida, que terminou em 2 x 0 para o Colorado com direito a muitas polêmicas na arbitragem.

Após a entrega do material, Vasco, Internacional e CBF terão um prazo para manifestação. A Procuradoria do SJTD também irá analisar a conduta do árbitro Flácio Rodrigues de Souza, auxiliado no VAR por José Cláudio Rocha Filho.

Falhas no VAR

A empresa Hawk-Eye, que opera a tecnologia, informou que uma falha técnica impossibilitou a utilização das linhas de impedimento no lance que resultou no gol de Rodrigo Dourado.

Horas depois do duelo, o Vasco decidiu pedir a anulação da partida. "Foi um erro de direito, uma falha de equipamento que interferiu diretamente no resultado. Foi um prejuízo flagrante ao nosso clube", afirmou o vice-presidente do Vasco, Roberto Osório, ao UOL Esporte.

Segundo a Hawk-Eye, a questão foi comunicada ao árbitro de vídeo, que repassou a informação ao árbitro de campo, seguindo os protocolos da Fifa. O VAR afirmou que nenhum erro claro poderia ser determinado apenas com as imagens da TV, recomendando ao juiz da partia que mantivesse a decisão inicial de validar o gol.

Errata: o texto foi atualizado
O texto foi corrigido. Roberto Osório é vice-presidente do Vasco.