PUBLICIDADE
Topo

Gabriel Vaquer

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

TVWA vê Band recuar, e Globo avançar por jogos das Eliminatórias

Neymar jogando pela seleção brasileira contra o Peru em partida das Eliminatórias - PAOLO AGUILAR / AFP
Neymar jogando pela seleção brasileira contra o Peru em partida das Eliminatórias Imagem: PAOLO AGUILAR / AFP
Gabriel Vaquer

Gabriel Vaquer cobre mídia esportiva desde 2014. No UOL Esporte, conta detalhes do evento onde seu time joga e onde seu profissional de TV esportiva favorito vai trabalhar.

05/02/2021 12h00

A TV Walter Abrahão (TVWA), emissora que comprou com exclusividade as Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022 (Qatar), está pregando cautela e tranquilidade para fechar um acordo pelos direitos de transmissão na TV aberta. A Band, que chegou a anunciar o acordo em uma transmissão no "Show do Esporte", agora está dando para trás. O motivo é simples: a Globo entrou na jogada e conversa para exibir as partidas da seleção brasileira fora de casa.

O blog apurou que Walter Abrahão Filho, dono da TV, gostou do que ouviu da Globo. As negociações devem avançar tranquilamente nas próximas semanas. Duas reuniões já estão marcadas para conversar sobre o assunto. A emissora carioca também trata com cautela, por que os jogos vão acontecer em março. Enquanto isso, a WA conta com a ajuda de Márcio Moron, ex-Fox Sports, para montar seu modelo de negócio.

Já a Band decidiu recuar, mesmo com anúncio feito, por ter notado que teria que pagar um valor grande para um produto que poderia não se pagar comercialmente. Como seria um evento apenas na TV aberta e com poucos jogos, a Band pagaria muito e só teria retorno de cota publicitária. Nem mesmo a amizade entre Johnny Saad e Walter Abrahão Filho foi considerada nesse caso para tentar resolver o problema.

Fechar um acordo para TV aberta é importante por dois motivos. O primeiro é que ajuda a pagar a conta dos valores dos direitos de transmissão, na casa dos R$ 60 milhões, negociados com a agência Mediapro. O segundo é que colocar a seleção brasileira na TV aberta é um pedido da própria agência espanhola, para valorizar as oito seleções que fecharam acordo para a revenda dos 56 jogos que estavam no mercado.

Ao blog, Walter Abrahão Filho confirmou as conversas com a Globo, mas não respondeu perguntas sobre avanços. O objetivo nesse momento é pagar um valor fixo e exibir os jogos do Brasil apenas em TV aberta. Para TV paga, a TV Walter Abrahão seguirá com a exclusividade. A Globo entrou no negócio ao perceber que o executivo estava disposto a ouvir a proposta.

O canal fechado está presente em pacotes básicos de quase todas as operadoras pagas do país (Net/Claro, Oi, Sky e Gigabyte). Além das Eliminatórias, a TVWA negocia a compra dos direitos de TV paga do Campeonato Catarinense de 2021.