PUBLICIDADE
Topo

Futebol

"Estamos deixando passar", diz Ceni após nova derrota do Flamengo

Rogério Ceni comanda o Flamengo contra o Bahia, em jogo do Brasileirão - Jorge Rodrigues/AGIF
Rogério Ceni comanda o Flamengo contra o Bahia, em jogo do Brasileirão Imagem: Jorge Rodrigues/AGIF

Do UOL, em São Paulo

10/01/2021 19h55

Rogério Ceni já começa a ver o Flamengo se distanciar da disputa do título do Campeonato Brasileiro. Após a segunda derrota consecutiva, sofrida hoje (10), diante do Ceará, no Maracanã, o treinador falou que o time rubro-negro está perdendo chances importantes de encostar no líder São Paulo.

"Estamos deixando passar as oportunidades. E a culpa é nossa como um todo dentro de campo. Fazemos por merecer em alguns momentos, mas a gente não vem sendo efetivo", explicou Ceni. "Nenhum flamenguista está confortável vendo a liderança possível de alcançar. O líder não marca pontos, e você cede as chances para chegar à liderança. Não é confortável para ninguém."

Essa situação aconteceu neste domingo pela segunda rodada seguida. Com a derrota do São Paulo para o Santos, no Morumbi, o Flamengo poderia ter encostado no topo. No entanto, a distância entre os dois times seguiu em sete pontos (56 a 49). Na quarta-feira passada (6), o Tricolor foi derrotado pelo RB Bragantino, mas, da mesma forma, o Rubro-Negro caiu diante do Fluminense.

Contra o Ceará, Ceni percebeu que o Flamengo teve comportamento oposto nos dois tempos. Se na etapa inicial, a equipe carioca produziu pouco ofensivamente, a situação se inverteu no segundo tempo, quando várias oportunidades de gol foram criadas. "Como um todo, o primeiro tempo foi abaixo de todos os demais. No segundo tempo, teve uma reação boa. Se tivéssemos jogado os dois tempos com a postura do segundo, talvez tivéssemos resultado melhor", comentou.

"O Ceará foi reativo em seu estilo. Propusemos o jogo, tivemos oportunidades, mas não conseguimos concluir em gol. Se não tivéssemos as oportunidades, seria complexo. Mas quando você consegue criar, você não foi efetivo, mas conseguiu colocar as situações de jogo que desejava."

A próxima partida do Flamengo será no dia 18, contra o Goiás, no estádio da Serrinha, em Goiânia (GO). O time rubro-negro tentará acabar com a sequência de três partidas sem vitória e não poderá contar com o meio-campista Gerson, suspenso por ter recebido o terceiro cartão amarelo. E para a partida, Ceni imagina que o time deve ter mudança de postura.

"A queda da moral do time é a parte mais difícil. Ttemos que tentar competir cada vez mais. O talento existe, mas temos que colocar isso em prática junto com o poder de competição. Se competir mais, como compete nos treinamentos, acho que teríamos mais chance de chegar às vitórias. Temos que produzir mais. Eu, como treinador, tenho que encontrar soluções. E os atletas têm que competir mais."

Futebol