PUBLICIDADE
Topo

Brasileirão - 2020

Flamengo goleia Santos, encurta distância e pressiona o líder São Paulo

Leo Burlá

Do UOL, no Rio de Janeiro

13/12/2020 17h54

Na caça ao líder São Paulo, o Flamengo fez o seu dever de casa e goleou o Santos por 4 a 1 na tarde de hoje no Maracanã, pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com gols de Gerson, Gabigol (dois de pênalti) e Filipe Luís (Bruninho descontou), o Fla encurtou a distância para cinco pontos, já que o Tricolor perdeu por 1 a 0 para o rival Corinthians. A equipe rubro-negra ainda tem um jogo a menos.

Contra um time recheado de meninos formados na casa, o Fla ditou o ritmo do jogo no Maracanã e foi senhor da posse de bola e das ações. Na base da velocidade e dos contra-ataques, os santistas tiveram seus momentos e incomodaram os rubro-negros, mas foram nocauteados a partir do primeiro gol sofrido.

O time de Rogério Ceni terá mais uma semana livre para treinos até encarar no domingo (20) o Bahia, 18h15, no Maracanã. Já o Alvinegro tem duelo decisivo na quarta-feira (16), quando decide contra o Grêmio um lugar na semifinal da Libertadores, às 19h15, na Vila Belmiro.

Bruno Henrique inferniza a defesa

O atacante Bruno Henrique reviveu seus melhores momentos com a camisa do Flamengo diante do ex-clube. Com movimentação intensa, o camisa 27 foi decisivo para desmontar o setor defensivo rival e teve participação direta em dois gols rubro-negros, sempre com suas investidas pelo lado esquerdo. Bruno distribuiu bons passes para seus companheiros e, de cabeça, quase deixou sua marca.

Goleiro João Paulo não volta bem

O goleiro santista voltava a ser titular após sete partidas, mas sua atuação ajudou a justificar a escolha de Cuca. João Paulo falhou na saída do gol após escanteio que gerou o primeiro tento carioca. Depois, cortou mal cruzamento de Bruno Henrique que terminou em mais uma bola na rede, desta vez com Filipe Luís. No lance que resultou no quarto gol do Fla, saiu de forma atabalhoada e cometeu pênalti em Everton Ribeiro.

Flamengo dita o ritmo e liquida

Com mais volume de jogo, o Flamengo conseguiu ditar a temperatura da partida e tratou de aproveitar os espaços deixados pelo adversário, que optou por esperar os donos da casa em seu campo de jogo. Com boa movimentação de seus homens de frente, o Fla criou espaços, porém teve dificuldades para arrematar no gol de João Paulo. Na base do abafa, Gerson conseguiu aproveitar uma bola cabeceada por Natan para abrir a contagem. Com a vitória parcial, o Fla tratou de liquidar a partida na etapa final e construiu com facilidade a sua vitória, transformando um jogo que se apresentava difícil em uma partida fácil.

Santos: falhas individuais prejudicam esquema

O técnico escalou uma equipe completamente reserva para enfrentar o Flamengo e montou um esquema defensivo forte, para sair nos contra-ataques. A estratégia vinha funcionando defensivamente, mas Marcos Leonardo, muito isolado, não conseguia ameaçar o gol de Diego Alves. No entanto, mais uma vez em bola parada, o Peixe sofreu o primeiro gol após João Paulo sair mal. Depois, o zagueiro Alex fez pênalti besta em Arrascaeta e terminou de ruir a estratégia santista para o jogo.

Natan vai bem e defesa sobe

Escolhido por Ceni para substituir o suspenso Gustavo Henrique, o zagueiro Natan fez um jogo firme e se destacou diante do Santos. Bem na saída de bola, o jovem apareceu bem no lance que originou no gol de Gerson. Antes do camisa 8 cabecear para o gol, o defensor havia acertado uma cabeçada no travessão de João Paulo.

Cronologia

Após Natan cabecear na trave, Gerson, também de cabeça, abriu a contagem aos 41 minutos da etapa inicial. Aos 2 do segundo tempo, Alex puxou camisa de Arrascaeta e o juiz marcou pênalti. Na cobrança, Gabigol ampliou. Aos 12, Filipe Luís aproveitou rebote do goleiro e ampliou. Aos 25, Gabigol cobrou novo pênalti e ampliou. Aos 29, Bruninho acertou cabeçada sem chances para Diego Alves.

Baixa de última hora

Cotado para atuar no Maracanã, o volante Vinícius Balieiro foi diagnosticado com covid-19 e virou baixa de última hora para o Santos. O quadro do jogador foi informado pelo clube uma hora antes de a bola rolar.

Artilheiro "vira" Gabi

O atacante Gabigol adotou um novo "nome" a partir de agora. Seja em sua camisa ou no material enviado pelo Fla, o jogador agora é identificado como "Gabi". No clube, o apelido já é comum entre os demais colegas.

Bruno Henrique homenageado

Antes de a bola rolar, o atacante Bruno Henrique recebeu uma camisa comemorativa aos 100 jogos completados pelo clube. O jogador completou a marca na eliminação para o Racing (ARG).

FICHA TÉCNICA

FLAMENGO X SANTOS

Competição: Brasileiro
Data e hora: 13/12/2020, às 16h (de Brasília)
Local: Maracanã, no Rio de Janeiro
Árbitro: Paulo Roberto Alves Júnior (PR)
Assistentes: Victor Hugo Imazu dos Santos (PR) e Rafael Trombeta (PR)
VAR: Adriano Milczvski (PR)
Gols: Gerson, aos 41 minutos do primeiro tempo; Gabigol, aos 4 minutos do segundo tempo; Filipe Luís, aos 12 minutos do segundo tempo; Gabigol, aos 25 minutos do segundo tempo; Bruninho, aos 29 minutos do segundo tempo.
Cartões amarelos: Marcos Leonardo (SAN). João Gomes (FLA), Filipe Luís (FLA)
Cartões vermelhos:

Flamengo: Diego Alves; Isla, Rodrigo Caio, Natan e Filipe Luís; João Gomes, Gerson (Pedro), Everton Ribeiro (Michael) e Arrascaeta (Pepê); Bruno Henrique (Vitinho) e Gabigol (Pedro Rocha).
Técnico: Rogério Ceni

Santos: João Paulo, Madson, Luiz Felipe, Alex e Wagner Leonardo (Ângelo); Alison (Bruninho), Sandry e Jean Mota (Lucas Lourenço); Tailson (Felipe Jonatan), Lucas Braga e Marcos Leonardo (Guilherme Nunes).
Técnico: Cuca