PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Jorge Jesus rebate acusações de machismo: "Essa carapuça não me serve"

Jorge Jesus no comando do Benfica - Divulgação
Jorge Jesus no comando do Benfica Imagem: Divulgação

Colaboração para o UOL

02/12/2020 13h31

O técnico Jorge Jesus rebateu as acusações de machismo que recebeu após a resposta que deu à uma repórter da Sport TV na segunda-feira, após vitória do Benfica no Campeonato Português.

Hoje, durante entrevista coletiva antes do confronto da Liga Europa contra o Lech Poznan, o ex-comandante do Flamengo aproveitou para dizer que "essa carapuça" não lhe serve.

"Ainda bem que perguntou sobre isso. São injustas (as acusações). Respondi a um jornalista, não respondi se é branco, preto, senhora ou cavalheiro. Respondi que não estava de acordo com a pergunta", disse.

"Não sei o que é machismo. Estive no Brasil e lá muito mais jornalistas. Essa carapuça não entra em mim, mas sei que as sociedades são muito mais mascaradas. Essa é uma notícia mais mascarada", completou.

Além da repercussão no Brasil, a fala de Jesus também gerou uma nota da Associação de Jornalistas Desportivos de Portugal, que classificou a atitude do treinador como "absolutamente inadequada" e "indigna".

Esporte