PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Andrés vê Gobbi ignorar Arena e "contratar" Dudu para o Palmeiras

Andrés Sanchez, que se licenciou do cargo de presidente neste mês, dispara contra seu-aliado, Mário Gobbi - Daniel Vorley/AGIF
Andrés Sanchez, que se licenciou do cargo de presidente neste mês, dispara contra seu-aliado, Mário Gobbi Imagem: Daniel Vorley/AGIF

Samir Carvalho

Do UOL, em São Paulo (SP)

27/11/2020 04h00

A eleição para a presidência do Corinthians ocorre amanhã (28), no Parque São Jorge. O atual presidente Andrés Sanchez não concorre nas urnas, mas o dirigente que se licenciou do cargo em 11 de novembro dispara contra um dos candidatos da oposição: Mario Gobbi, seu ex-aliado e mandatário do clube paulista, entre fevereiro de 2012 e fevereiro de 2015.

Para Andrés, o principal motivo de não querer Gobbi no cargo é que ele ignorou a Neo Química Arena no período em que foi presidente. Sanchez cutuca Gobbi ao dizer que ele só aparecia por lá em dias de jogos e que não fez nada para tentar resolver a dívida do estádio.

Andrés se orgulha em dizer que voltou ao clube paulista como presidente neste último mandato para resolver o pagamento da casa corintiana.

"Eu só voltei nessa última gestão porque, não é que eu sou mais competente, mas como eu comecei tudo [Arena], acho que tinha que ter acertado, porque nos três anos do Mário Gobbi, ele nem se mexeu para acertar a Arena, né. Malemá, ele ia na Arena, se não fosse dia de jogo", afirmou Andrés Sanchez em entrevista exclusiva ao UOL Esporte.

Gobbi perdeu Dudu para rival

Andrés Sanchez não esconde de ninguém que é amigo do atacante Dudu, ídolo do Palmeiras. Em entrevista ao UOL, o dirigente falou que o atacante só não vestiu a camisa do Corinthians por causa de Mario Gobbi.

"Quem contratou o Dudu foi o Corinthians, o Dudu se apresentou no Palmeiras com passagem paga pelo Corinthians e com visto pago pelo Corinthians. O doutor Mário Gobbi não quis assinar o contrato, achou que era caro, que o jogador era baixinho que não sei que, várias razões. Eu estava fora do Brasil, e ele não quis contratar, que é um direito dele, ele não quis contratar o Dudu", disparou Andrés.

As negociações se iniciaram no fim de 2014, mas Dudu fechou com o Palmeiras no início de 2015. A contratação do atacante pelo time de Palestra Itália foi considerada um "chapéu" no arquirrival Corinthians. O São Paulo também tinha interesse, e chegou a negociar com o jogador.

Eleições

Andrés Sanchez apoia Duílio Monteiro Alves, diretor de futebol em seu último mandato pelo clube paulista. Andrés, aliás, alega que não voltará a mais exercer cargos diretivos no Alvinegro. O presidente licenciado costuma não atacar o concorrente Augusto Melo, também candidato da oposição. Mas, ele não poupa críticas quando a Mario Gobbi. O pleito ocorre neste sábado (28).

Outro lado

Em contato com a reportagem do UOL Esporte, o ex-presidente Gobbi declarou que o "gestor da Arena responsável pela engenharia financeira era o ex-presidente Andrés Navarro Sanchez. Eu disse isso na inauguração da Arena e em todas entrevistas que dei na época. É de tão simples comprovação que uma simples procura no Google responderia a questão".

Já sobre a possibilidade de contratar atacante, o Gobbi disse que "Dudu é um grande jogador. Só que custava a época 5 milhões de dólares na chegada e compromisso de 5 milhões de dólares na sequência. O clube já enfrentava dificuldades, mas ávidos por ganhar a eleição eles queriam trazer para ganhar votos. Não aceitei e disse a Roberto Andrade que comprasse após eleito, depois de alguns dias."

Futebol