PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Cruzeiro paga dívida de compra de Willian e aguarda fim de sanção da Fifa

Willian comemora gol do Cruzeiro diante do Fluminense - Washington Alves/Light Press/Cruzeiro
Willian comemora gol do Cruzeiro diante do Fluminense Imagem: Washington Alves/Light Press/Cruzeiro

Do UOL, em São Paulo

16/10/2020 19h27

O Cruzeiro divulgou hoje por meio de nota em seu site oficial que efetuou o pagamento das dívidas relacionadas à transferência de Willian Bigode e pendências com Ramon Ábila e a comissão do técnico português Paulo Bento.

Os pagamentos são referentes a processos que correm na Fifa. O Cruzeiro pagou ao FC Zorya, da Ucrânia, R$ 9,2 milhões referentes à venda do atacante Willian Bigode, hoje no Palmeiras. Os valores, segundo o clube, já incluem impostos, além de multa e custos da Fifa, no montante de R$ 328 mil.

O clube diz que agora aguarda a anulação da sanção imposta pela Fifa ao clube, que impossibilita o registro de novos jogadores.

O Cruzeiro também pagou R$ 716 mil ao atacante argentino Ramón Ábila, além de R$ 29 mil de multa na Fifa. O pagamento de dívidas com o técnico Paulo Bento e sua comissão técnica ficou em R$ 454 mil, mais R$ 58,3 mil de multa e custas do processo para a Fifa.

Conforme apuração do UOL Esporte, o empresário Pedro Lourenço faria aporte financeiro para garantir os compromissos da operação para garantir o trabalho de Felipão.

Futebol