PUBLICIDADE
Topo

Cruzeiro

Ney Franco estreia pelo Cruzeiro com missão de 61% de rendimento na Série B

Ney Franco, técnico do Cruzeiro, faz a sua estreia pela equipe na noite de hoje, diante do Vitória - Gustavo Aleixo/Divulgação/Cruzeiro
Ney Franco, técnico do Cruzeiro, faz a sua estreia pela equipe na noite de hoje, diante do Vitória Imagem: Gustavo Aleixo/Divulgação/Cruzeiro

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

11/09/2020 04h00

Classificação e Jogos

Ney Franco já chega ao Cruzeiro com a obrigação de conduzir o time de volta à Série A do Campeonato Brasileiro. Contudo, precisará de um aproveitamento superior a 61% para garantir uma vaga entre os quatro primeiros colocados da Série B sem sustos.

O UOL Esporte fez um levantamento das últimas cinco edições da segunda divisão nacional e constatou que, no período, foi necessário ao menos 60 pontos (Goiás em 2018) para assegurar o acesso. O América-MG subiu com 65 em 2015, Bahia subiu com 63 em 2016, o Paraná teve o acesso com 64 em 2017, e o Atlético-GO foi à elite com 62 em 2019.

Com apenas cinco pontos nas oito rodadas iniciais, a equipe mineira necessita de 61,1% de rendimento — 55 pontos ao menos — para garantir a mesma pontuação do Goiás em 2018.

A situação é complicada para o Cruzeiro, que tem apenas 21% de aproveitamento neste início de competição. Os mineiros começaram o torneio seis pontos negativos por causa de uma punição na Fifa, aplicada em maior passado.

Após a demissão de Enderson Moreira, no decorrer da semana, o técnico Ney Franco foi contratado para a vaga. O comandante chega à Toca da Raposa com a missão de fazer o time conseguir um triunfo já na nite de hoje (11), diante do Vitória, pela nona rodada da Série B do Brasileirão. Já são seis partidas seguidas sem vencer na temporada.

Ficha técnica
Cruzeiro x Vitória

Motivo: 9ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro 2020
Data: 11 de setembro de 2020 (sexta-feira)
Horário: às 21h30 (de Brasília)
Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Edina Alves Batista (Fifa/SP)
Assistentes: Daneil Luis Marques (SP) e Daniel Paulo Ziolli (SP)

Cruzeiro: Fábio; Raúl Cáceres, Léo, Cacá e Matheus Pereira; Jadsom, Filipe Machado e Maurício (Régis); Arthur Caike, Airton e Marcelo Moreno (Thiago). Técnico: Ney Franco.

Vitória: Ronaldo; Jonathan Bocão, Wallace, João Victor e Thiago Carleto; Guilherme Rend, Gérson Magrão e Fernando Neto; Vico, Matheusinho (Eron) e Léo Ceará. Técnico: Bruno Pivetti.

Cruzeiro