PUBLICIDADE
Topo

Gaúcho - 2020

Grêmio leva susto, perde para o Caxias, mas conquista tricampeonato gaúcho

Gols Grêmio x Caxias

Gols UOL Esporte

Do UOL, em Porto Alegre

30/08/2020 17h54

O Grêmio é tricampeão gaúcho. Hoje (30), mesmo que tenha perdido de virada para o Caxias por 2 a 1, ergueu depois de ter vencido a primeira partida or 2 a 0. Laércio e Bruninho marcaram para o Caxias. Diego Souza fez o gol do Grêmio.

Este foi o sétimo título em quatro anos para o clube. A lista tem a Copa do Brasil de 2016, a Libertadores de 2017, a Recopa e o Gauchão em 2018, a Recopa Gaúcha e o Gauchão em 2019 e agora o Gauchão de 2020. Todos os títulos sob comando de Renato Gaúcho.

O Tricolor não conquistava o Campeonato Gaúcho —três taças seguidas— desde os títulos de 1988, 1989 e 1990.

Foi bem: goleador Diego Souza aparece de novo

Goleador do Campeonato Gaúcho, Diego Souza marcou de novo. Após rebote, o centroavante estava exatamente onde deveria estar para empurrar para rede o primeiro gol do jogo. Destaque absoluto da equipe, ele foi fundamental na final, como ao longo da temporada até agora. Foram nove gols no torneio, dez em 2020 até agora.

Foi mal: Vanderlei sai mal em gol do Caxias

Vanderlei errou tempo de bola e saiu mal do gol em cruzamento no gol de empate do Caxias.

Renato é segundo tricampeão gaúcho na história do Grêmio

Renato Gaúcho escreveu mais uma página em sua história no Grêmio. Com o título de hoje, o treinador se tornou o segundo comandante a ser tricampeão do Gaúcho, em títulos consecutivos, pelo Tricolor. Com as conquistas de 2018, 2019 e 2020 ele se une a Oswaldo Rolla, que levou tricampeonato em 1956, 1957 e 1958, e depois somou ainda as conquistas de 1959 e 1960.

Jogo do Grêmio: superioridade e descuido

O Grêmio começou com dois gols de vantagem em razão da vitória no jogo de ida. Mas optou por não utilizar isso no início do ação. Desde os primeiros movimentos, o time de Renato Gaúcho foi superior. Não recuou, tratou de impor seu estilo de posse de bola e criação de oportunidades. Não demorou para sair na frente e ampliou a supremacia em todas as fases do jogo. Mas, depois de marcar, o time de Porto Alegre se descuidou. Perdeu atenção na partida, sofreu empate e a virada. Até o fim do jogo, o Tricolor sofreu muita pressão, mas segurou o rival e ficou com a taça.

Jogo do Caxias: Muita vontade de vencer

O Caxias teve muita vontade. Ainda que tenha disputado cada lance e tentado propor algumas jogadas ofensivas a partir de boas ações de Diogo Oliveira, a equipe comandada por Rafael Lacerda sofreu para igualar. Esbarrou na inferioridade técnica e saiu atrás. Em seguida concluiu algumas vezes para fora e pressionou a saída de bola em outros momentos. De tanto tentar, empatou e virou o jogo. Ainda assim, não foi o suficiente.

Aniversário de título

O Grêmio comemorou mais um título gaúcho no aniversário de uma conquista da Libertadores. Neste domingo (30), o Tricolor celebrou aniversário de 25 anos do bicampeonato da competição continental, conquistado em 1995. Uma taça para honrar a outra.

GRÊMIO 1 X 2 CAXIAS
Data
: 30/08/2020 (Domingo)
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Árbitro: Anderson Daronco
Auxiliares: Rafael da Silva Alves e Maurício Coelho Silva Penha
VAR: Leandro Vuaden
Cartões amarelos: Luiz Fernando, Thiago Neves (GRE); Thiago Sales, Rafael Lacerda [técnico] (CAX)
Gols: Diego Souza, do Grêmio, aos 14 minutos do primeiro tempo; Laércio, do Caxias, aos 42 minutos do segundo tempo; Bruninho, aos 17 minutos do segundo tempo;

GRÊMIO
Vanderlei; Victor Ferraz, Geromel, Kannemann e Cortez; Darlan (Maicon), Lucas Silva (Thiago Neves), Alisson, Jean Pyerre (Isaque) e Everton (Luiz Fernando); Diego Souza (David Braz).
Técnico: Renato Gaúcho

CAXIAS
Marcelo Pitol; Ivan, Laércio, Thiago Sales e Bruno Ré; Juliano, Marabá (Bruninho), Carlos Alberto (Yuri), Claudinho e Diogo Oliveira; Marcelo Campanholo (Vinícius Baiano).
Técnico: Rafael Lacerda