PUBLICIDADE
Topo

Liga Europa - 2019/2020

Liga Europa: Brasileiro decide de bicicleta, Sevilla bate Inter e é campeão

Diego Carlos acerta chute de bicicleta na final da Liga Europa, entre Sevilla e Inter de Milão - Alex Grimm - UEFA/UEFA via Getty Images
Diego Carlos acerta chute de bicicleta na final da Liga Europa, entre Sevilla e Inter de Milão Imagem: Alex Grimm - UEFA/UEFA via Getty Images

Do UOL, em São Paulo

21/08/2020 17h55Atualizada em 21/08/2020 21h38

Classificação e Jogos

O Sevilla é o campeão da Liga Europa e com um brasileiro como protagonista. A equipe espanhola venceu a Inter de Milão por 3 a 2, hoje, na Alemanha, na final da competição. De Jong marcou duas vezes, e o brasileiro Diego Carlos fechou o placar com chute de bicicleta, desviado por Lukaku antes de entrar. O mesmo Lukaku e Godín fizeram os gols dos italianos.

O Sevilla já entrou em campo como o maior vencedor da Liga Europa e agora aumenta seu domínio na competição. A equipe soma seis títulos. O último havia sido em 2016, quando completou seu tricampeonato consecutivo.

Diego Carlos foi de vilão a herói durante o jogo de hoje. Logo aos quatro minutos, ele cometeu pênalti em Lukaku, que abriu o placar para a Inter.

Porém, a vantagem da Inter durou pouco. Aos 12 minutos, De Jong completou de cabeça após cruzamento de Navas para deixar tudo igual.

O Sevilla virou o jogo aos 33. Banega cobrou falta para dentro da área, e De Jong apareceu de novo de cabeça. Pouco depois, foi a Inter quem buscou a igualdade.

Aos 36 minutos, Brozovic também colocou a bola na área em cobrança de falta. Godín apareceu no meio da zaga e cabeceou para as redes.

O segundo tempo ficou marcado pela redenção de Diego Carlos após cometer o pênalti em Lukaku. O Sevilla chegou ao terceiro gol aos 29 minutos da etapa final.

Os espanhóis colocaram a bola na área, e a defesa da Inter afastou mal. Diego Carlos ficou com a sobra e mandou de bicicleta. Lukaku foi tentar afastar e acabou desviando a bola para dentro do gol. Inicialmente, a Uefa confirmou o gol para o brasileiro, mas depois assinalou gol contra de Lukaku. Mais uma virada do Sevilla.

Atrás do placar, o técnico da Inter, Antonio Conte, lançou o time ao ataque e colocou Eriksen, Moses e Alexis Sánchez em campo. O chileno teve a melhor chance de empatar. Aos 36, Sánchez pegou sobra de Moses, mas viu Koundé afastar em cima da linha.

A Inter ainda insistiu nos minutos finais, mas o placar não mudou mais. Festa do Sevilla e de Diego Carlos.

Jogadores do Sevilla comemoram com o troféu da Liga Europa - Lars Baron/Pool via REUTERS - Lars Baron/Pool via REUTERS
Jogadores do Sevilla comemoram com o troféu da Liga Europa
Imagem: Lars Baron/Pool via REUTERS