PUBLICIDADE
Topo

Guerrero faz dois, Inter bate o Aimoré e pega o Esportivo na semifinal

Guerrero comemora gol do Internacional contra o Aimoré - Ricardo Duarte
Guerrero comemora gol do Internacional contra o Aimoré Imagem: Ricardo Duarte

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

29/07/2020 16h56

Classificação e Jogos

O Internacional venceu o Aimoré por 2 a 0, hoje, no CT Morada dos Quero-Queros, pela última rodada do returno do Gauchão. Com dois gols de Guerrero, o Colorado garantiu classificação à semifinal em primeiro no grupo A. D'Alessandro ainda perdeu um pênalti.

O adversário será o Esportivo, que venceu o Juventude e ficou em segundo no grupo B. O jogo ainda será oficializado pela Federação Gaúcha de Futebol, mas acontecerá no fim de semana.

Foi bem: Goleiro do Aimoré evita placar maior

O goleiro Luiz Felipe, do Aimoré, evitou ao menos três gols do Inter com ótimas defesas. Formado na base do Colorado, o camisa 1 ainda viu Guerrero acertar a trave e só foi vazado quando realmente não poderia fazer nada.

Foi mal: Moisés aparece pouco

O lateral esquerdo Moisés pouco apareceu no jogo. Ainda que não tenha cometido falhas, esteve abaixo dos colegas de Inter, que foi muito superior ao adversário.

Galhardo substitui D'Ale com assistência

Eduardo Coudet optou por Thiago Galhardo como companheiro de Guerrero no ataque. No lugar de D'Alessandro, coube a ele a função de abastecer o centroavante. E Galhardo mostrou toda sua capacidade. No primeiro gol do jogo, conseguiu sustentar a pressão da defesa rival e encontrou uma bela assistência para o peruano. D'Ale, que entrou no segundo tempo, ainda chutou na trave um pênalti.

Guerrero marca após parada

Guerrero marcou seu primeiro gol após a paralisação no futebol. O peruano recebeu passe de Galhardo para vencer o goleiro do Aimoré. Ainda no primeiro tempo, acertou a trave e teve mais duas boas chances. No segundo, se aproveitou de um erro na saída de bola do rival e fez o segundo.

Inter revê futebol de antes da parada

O Internacional encontrou o 'cenário ideal' para rever o melhor futebol. Com boa condição do campo no CT Morada dos Quero-Queros, os empecilhos colocados pelos gramados do interior não estariam no caminho da vitória. E foi exatamente isso que se viu em campo. O time de Eduardo Coudet lembrou muito a equipe de antes da paralisação nas competições em razão da pandemia de novo coronavírus. Com toques rápidos, construção pelo chão, saída de bola qualificada e muitas chances de gol ao longo do jogo, o Colorado foi amplamente superior durante toda partida.

Aimoré bloqueia o centro mas cai em 'armadilha'

O Aimoré tratou de bloquear o centro do campo à frente da sua área. Com três meio-campistas e mais os zagueiros, 'prendeu' Guerrero e Galhardo. Mas, acabou caindo em uma 'armadilha' criada pelo Inter. Quando tentou o ataque, avançou seus jogadores e desprotegeu o meio. Ao retomar, o Colorado recuou para Marcelo Lomba e puxou contra-ataque rápido para pegar a defesa rival enfraquecida. Na primeira vez que tal jogada entrou, o goleiro Luiz Felipe brilhou. Na segunda, Guerrero marcou. No segundo tempo, o expediente seguiu, com o adversário melhor durante todo jogo.

CT da base com faixas da torcida

O Inter jogou em casa pela primeira vez desde a retomada do Gauchão. No CT Morada dos Quero-Queros, utilizado pela base, além de um campo mais próximo do Beira-Rio, o time vermelho ainda viu faixas da torcida espalhadas pelas arquibancadas e ouviu no sistema de som os gritos dos aficionados, a exemplo do que aconteceu no Gre-Nal.

FICHA TÉCNICA
INTER 2 X 0 AIMORÉ

Data: 29/07/2020
Local: CT Morada dos Quero-Queros, em Alvorada (RS)
Árbitro: Érico Andrade
Auxiliares: Tiago Augusto Diel e Henrique Coromberk
Cartões amarelos: Mardley (AIM) e Wagner Freitas (AIM); Cuesta (INT);
Gols: Paolo Guerrero, do Inter, aos 19 minutos do primeiro tempo e aos 15 minutos do segundo tempo;

INTER
Marcelo Lomba; Saravia, Fichs, Cuesta e Moisés; Lindoso (Musto), Edenilson (Nonato), Marcos Guilherme (Patrick) e Boschilia (D'Alessandro); Guerrero e Galhardo (Pottker).
Técnico: Eduardo Coudet

AIMORÉ
Luiz Felipe; Bruno Ferreira, Pablo, Renato e Germano; Diego Gomes (Jorge Pedra), Felipe Guedes (Wesley), Mardley e Wagner (Leandro Canhoto); Biro Paraíba (Isaías) e Matheus Rodrigues (Wagner Freitas).
Técnico: Hélio Vieira

Internacional