PUBLICIDADE
Topo

Cruzeiro

Com problemas financeiros, Cruzeiro rescinde contratos de Edílson e Robinho

Robinho e Edilson deixaram o Cruzeiro após decisão da nova diretoria, liderada por Sérgio Santos Rodrigues - Bruno Haddad/Cruzeiro
Robinho e Edilson deixaram o Cruzeiro após decisão da nova diretoria, liderada por Sérgio Santos Rodrigues Imagem: Bruno Haddad/Cruzeiro

Do UOL, em Belo Horizonte

05/06/2020 11h21

O Cruzeiro informou, na manhã de hoje (5), as rescisões contratuais de Edílson e Robinho. Os atletas já foram avisados sobre a saída da Toca da Raposa II e estão livres para procurar outros clubes no mercado da bola.

A diretoria divulgou, por meio de nota oficial, que a dupla está fora dos planos por causa da atual situação financeira. O clube alega que houve análise interna para chegar à decisão.

"Infelizmente, devido ao cenário que envolve o clube nos últimos anos, precisamos chegar a essa decisão extrema. Robinho e Edilson são atletas vitoriosos, que contribuíram para o time com grandes conquistas, e nós os agradecemos muito. Mas a realidade e necessidade de austeridade do Cruzeiro daqui pra frente nos impõe essa mudança", disse o presidente Sérgio Santos Rodrigues.

"Um dos principais compromissos da nossa gestão é preservar a saúde financeira do clube, e foi isso o que pesou na decisão. Continuamos, porém, atentos ao mercado para reforçar o elenco dentro da nossa realidade e contamos com a compreensão dos nossos torcedores para o nosso momento", acrescentou o mandatário.

O Cruzeiro não deu novos detalhes sobre a rescisão contratual da dupla. Eles eram um dos remanescentes do time que acabou rebaixado para a Série B do Campeonato Brasileiro em 2019.

Cruzeiro