PUBLICIDADE
Topo
Comprar ingresso
Comprar ingresso

Corinthians viu venda de jogadores cair 62% em ano de rombo histórico

Andrés Sanchez, presidente do Corinthians, voltou ao comando do clube em fevereiro de 2018 - Luis Moura/WPP/Estadão Conteúdo
Andrés Sanchez, presidente do Corinthians, voltou ao comando do clube em fevereiro de 2018 Imagem: Luis Moura/WPP/Estadão Conteúdo

Diego Salgado

Do UOL, em São Paulo

11/05/2020 04h00

Mergulhado em uma crise financeira sem precedentes, o Corinthians viu a queda de receitas com vendas de jogadores ser o principal fator do déficit histórico registrado na temporada passada. O clube fechou o ano com saldo negativo de R$ 177 milhões.

Nesse cenário, a receita com venda de jogadores caiu 62%. Em 2018, o clube arrecadou R$ 118,9 milhões em negociações de atletas com outras equipes. No ano passado, o valor caiu para R$ 45,3 milhões.

Na temporada 2018, o Corinthians recebeu pelas vendas de jogadores que levaram o time ao título brasileiro de 2017, como Jô, Guilherme Arana, Balbuena, Maycon e Rodriguinho. Em 2019, o volume não se repetiu. A maior negociação do clube alvinegro envolveu o volante Douglas.

Apesar da venda expressiva na temporada retrasada, o Corinthians também fechou o ano no vermelho: R$ 18,7 milhões. Dessa forma, a diferença do déficit do clube entre 2018 e 2019 atingiu R$ 158,3 milhões.

A queda de R$ 74,6 milhões na receita de venda de jogadores, assim, representou quase a metade desse aumento nas perdas. Já as despesas do departamento de futebol atingiram 37%. Elas saltaram de R$ 377,7 milhões para R$ 435,9 milhões.

Em nota, o Corinthians disse que a receita de venda de jogadores ficou "abaixo da média" e que apenas "negociações pontuais e de menor relevância foram realizadas". Além disso, frisou que o resultado se deve à busca de um time competitivo.

"Houve efetivamente um déficit e um crescimento das obrigações, gerados basicamente pelos investimentos na equipe de futebol profissional que, infelizmente, não produziram (ainda) retorno esportivo - e, por consequência, financeiro. No entanto, como demonstrado, o déficit pode ser revertido com negociações de atletas e as obrigações, na mesma medida, são administráveis considerando a capacidade do Corinthians de geração de receitas", afirmou o clube.

Jogo Aberto: Marcelinho Carioca revela que já derrubou técnico do Corinthians

Jogo Aberto

Corinthians